por Valquiria Rita Geraldini

A terapia floral e o Ipê Amarelo

Ao caminhar pelas ruas de São Paulo neste fim de inverno, é impossível não nos encantarmos com a beleza das reluzentes flores amarelo-ouro, que os ipês tão lindamente nos presenteiam nesta época do ano.

O ipê amarelo é uma árvore muito conhecida e bastante utilizada na arborização de ruas em diversas cidades brasileiras. Durante o período do inverno, as folhas caem e a árvore fica completamente despida. 

No início da primavera, os cachos dourados de flores recobrem toda a copa das árvores nos inspirando ao amor à natureza e dando origem ao famoso e belíssimo espetáculo do ipê amarelo florido.

A beleza do ipê também inspirou poetas e escritores. O tão querido Rubem Alves, que se declarava um apaixonado pela espécie, escreveu: 

“O mundo é muito bonito! Gostaria de ficar por aqui... Escrever é meu jeito de ficar por aqui. Cada texto é uma semente. Depois que eu for, elas ficarão. Quem sabe se transformarão em árvores! Torço para que sejam ipês amarelos...”

No Sistema Floral Filhas de Gaia, que foi criado por Maria R. D. Grillo, e que é feito com flores nativas brasileiras, encontramos a essência floral Ipê Amarelo que traz a capacidade de acessarmos e vivenciarmos plenamente os ciclos naturais da vida. Mobiliza também a esperança, a vitalidade e a força necessárias para a recuperação física, emocional ou mental após traumas, choques ou exaustão que pode surgir após longos períodos de esforço excessivo.

Valquiria Rita Geraldini

+ artigos

Valquiria Rita Geraldini é Terapeuta Floral, instrutora em Visualização Criativa e escritora. Atende em consultório e online além de ministrar cursos e dar supervisão para profissionais da área.