por Equipe Horóscopo Virtual

Abra seu negócio!

Os motivos de deixar de lado a vida de funcionário de alguma companhia para se tornar um empreendedor são vários: oportunidade, vontade de mudar de vida, sonhos, desemprego, se está cansado de seu emprego atual, ou até mesmo por achar que você merece mais.

Se você já tem um emprego e irá abdicar dele para abrir o negócio dos seus sonhos, a responsabilidade é ainda maior, já que você está trocando sua fonte de renda fixa e estável por algo à mercê de uma oportunidade de dar certo. 

Mas, seja qual for a sua razão, tenha certeza que empreender é uma ótima forma de começar uma nova etapa de sua vida, tornando-se seu próprio chefe e tendo orgulho de colocar em prática a sua ideia.

E nem sempre é fácil começar um novo negócio. Caso você seja a única pessoa à frente do projeto é ainda mais difícil, pois todo o investimento e esforço serão seus, ou seja, se der certo ou se der errado, é seu tanto o mérito quanto a responsabilidade.

Se tornar um empreendedor exige dedicação e muita segurança no que está fazendo. É necessário estudar muito antes de começar a investir, para verificar se o mercado realmente está precisando de mais alguém na área que você escolheu, se você optou por uma abordagem interessante e tantos outros motivos. 

É realmente importante realizar um estudo prévio sobre todas as possibilidades que te cercam, para entender qual mais combina com você e qual te oferece a melhor chance de lucro, estabilidade e sucesso. Veja a seguir algumas ótimas opções de empreendedorismo e encontre a melhor para você. Depois, também separamos dicas valiosas para te ajudar nessa nova empreitada. Aproveite!

Loja virtual

Uma loja virtual, negócio conhecido como e-commerce, está em crescimento constante graças ao boom de redes sociais como o Facebook e o Instagram, por exemplo. O Instagram, inclusive, abriga diversas lojas virtuais de segmentos bastante diversificados e, graças ao enorme público, é uma ótima forma de divulgar seu novo negócio.

Há lojas de todos os tipos: as que vendem roupas e acessórios, outras que vendem maquiagem, produtos para cabelo, suplementos alimentares, ração de cachorro, doces, estruturas para festas, entre tantos outros tipos de produtos. 

Mas é importante, ao abrir seu negócio, saber como você atenderá todos os pedidos, como os enviará (embalagens, forma de envio, se cobrará a entrega ou não etc.), se tem estoque suficiente de cada item, entre tantas outras coisas que são imprescindíveis. 

Muitas lojas começaram a divulgar seu conteúdo apenas pelas redes sociais, mas ainda é importante ter um site, com um layout profissional, fotos de qualidade dos produtos e com uma estrutura organizada, assim seus clientes sentirão muito mais confiança em comprar com você.

Além disso, outras formas de vendas on-line também funcionam bastante. Você pode usar o Enjoei, Elo7, Tanlup, Mercado Livre, OLX, grupos de venda no Facebook, entre tantas outras possibilidades. Veja qual mais se adequa ao seu perfil – tanto pessoal, para que tenha empatia e facilidade de uso, quanto de seus produtos – e faça sua escolha.

Vendas por catálogo

Existem várias marcas que trabalham com vendas por catálogo, então você pode escolher qual lhe agrada mais. Para a maioria das empresas que trabalha com essa atividade, você precisa apenas se cadastrar no site para começar – mas atente-se bastante, pois grande parte delas cobra uma taxa inicial, que será revertida em produtos para você iniciar seu trabalho já tendo alguns para vender a pronta entrega, ou para usá-los como demonstração. 

Se você quer vender produtos de perfumaria e cosméticos, boas opções são as marcas Avon, Natura, que são as duas mais tradicionais, ou Mary Kay e Yes! Cosmetics (ambas são bem fortes na venda de maquiagem, apesar de também terem cremes hidratantes e outros produtos).

Caso prefira entrar no ramo de joias e bijuterias, a Francisca Joias, a Ágata Semi Joias e a Metaus são boas opções de marca para você. Você também pode vender roupas e acessórios, escolhendo alguma das marcas: Kaisan, Via Blumenau ou Marisa.

Fazer e vender alimentos

Para escolher esta opção é extremamente necessário que você goste de cozinhar, pois passará boa parte de seu tempo na cozinha. Caso seja o caso, aproveite para tornar seu gosto um negócio! Afinal, não importa a crise, as pessoas nunca deixam de comer, certo? Sem falar que a variedade de escolha é enorme: você pode escolher um ramo específico, como o de vender apenas bolos por encomenda, ou algo mais abrangente, vendendo todos os tipos de doce, ou, ainda, vendendo doces e salgados. 

As possibilidades são infinitas. Vender pedaços de tortas salgas, bolos no potinho, lanches naturais, refeições em marmita, pães recheados, doces ou salgados por cento, salada de frutas, pizzas congeladas, brigadeiros de colher, ou tantas outras opções. Você pode escolher qual delas você mais gosta, ou, caso você tenha dotes diversos na cozinha e queira vender todo tipo de alimento, aproveite, assim seu público será amplo. 

Vale dizer que, quando se trata de alimentos, é importantíssimo atentar-se à validade e qualidade dos ingredientes que irá utilizar em suas preparações, assim como o armazenamento de seus produtos finais, bem como a forma que eles chegarão aos seus clientes. 

Também é necessário que, após tomar a decisão de quais alimentos irá produzir e comercializar, você verifique em qual divisão da Anvisa ele se enquadra: na dos alimentos que exigem registro antes da venda, dos alimentos que exigem comunicação do fabricante (mas é isento de registro), ou a divisão dos alimentos que não é necessário nem mesmo comunicar o órgão. 

Blog e Vlog

Quem não acessa o YouTube, hoje em dia, para aprender, por meio de um vídeo, como fazer alguma coisa? Até curso de línguas são ministrados nessa nova plataforma que conquistou a todos e se tornou uma nova fórmula de sucesso monetário. Você pode criar um canal nesta plataforma sobre qualquer coisa (mesmo). Escolha um assunto que você gosta e domina e invista nos vídeos. Mas, atenção: como o YouTube paga de acordo com número de inscritos e número de visualizações nos vídeos, o retorno em dinheiro pode demorar alguns meses. Para ter sucesso, é necessário entender um pouco de edição de vídeos, ter um conteúdo bacana para passar aos usuários e algum diferencial. Ser comunicativo também é importante, já que muitas empresas estão migrando suas publicidades da televisão para os canais do YT. 

Os blogs também estão com tudo, mas, neste caso, é preciso investir em um site “user-friendly”, ou seja, uma página na web amigável, de fácil entendimento e navegação, além de escrever bem. Também é possível fazer vídeos no YouTube e colocá-los em seu blog, caso queira ter os dois. 

Dog Walker e Dog Siter 

São serviços voltados aos animais de estimação. Ser Dog Walker nada mais é do que passear com cães. Você busca o cachorro na casa de seu cliente, passeia com ele por um tempo determinado previamente e o leva de volta para casa. É possível passear com mais de um cachorro por vez, mas é necessário conversar com o dono do cachorro antes, para verificar se ele tem alergias, se pode andar em subidas ou decidas, se pode ficar próximo de outros cães ou se precisa passear sozinho. Você, inclusive, pode fazer um preço diferenciado por passeios em grupo ou individuais. 

Para ser um Dog Walker são necessárias duas características primordiais: ser muito responsável e, claro, gostar de cães. Você precisará ter muita água sempre, para que os cachorros não fiquem desidratados, sacolinhas plásticas, caso os animais defequem na rua, e passear em horários que não sejam os de sol mais forte (a não ser que sejam passeios curtos e de pouco esforço físico).

Já a função Dog Siter é, nada mais e nada menos, que ser babá de cachorro. Muitas pessoas têm agendas lotadas e ficam o dia todo fora ou viajam bastante aos finais de semana e, com isso, não tem com quem deixar seus cães. Para não os deixarem sozinhos, contratam babás de cachorros, os Dog Siters. Você ficará na casa da pessoa enquanto ela não estiver, dará água e comida, vai brincar bastante, dar banho e remédio (se necessário) e qualquer outra atividade que for combinada com o dono antes da realização do serviço. 

Uber

Essa alternativa funcionará muito bem, caso você goste de dirigir e de se comunicar com as pessoas, além de precisar ter seu próprio carro e que ele esteja em ordem – isso significa sem amassados, sempre limpo e com tudo funcionando perfeitamente. Engana-se quem pensa que, para ser motorista do Uber, seja necessário um carro de luxo, já que a categoria “Uber X” permite que você faça parte deste serviço com um carro de qualquer cor e modelo. De cada corrida que você fizer, uma porcentagem fixa do valor recebido fica para o aplicativo, o resto é seu. 

Esta também pode ser uma boa alternativa de fonte de renda extra, já que esta empresa não exige que você seja motorista por tempo integral. Você aceitará corridas apenas quando ligar o aplicativo e se mostrar disponível – isso pode ser em qualquer dia da semana, de dia ou de noite. Vale lembrar que toda a manutenção do carro é por sua conta, já que o veículo é seu.

Maquiagem, penteados e manicure

Oferecer serviços de beleza pode ser uma ótima alternativa, pois sempre tem alguém procurando por algum destes serviços para uma festa de aniversário, formatura ou casamento. Ser maquiadora, cabeleireira ou manicure pode ser feito tanto sendo funcionária de um salão de beleza ou por conta própria, oferecendo o serviço na casa de seus clientes. 

Será preciso investir em cursos de profissionalização na área e no material necessário, que precisa ser de qualidade. Os alicates de unha, por exemplo, precisarão ser esterilizados sempre, entre um cliente e outro. Portanto, vale você investir em uma máquina de esterilização. No caso das maquiagens, também será necessário ter uma variedade grande de produtos e que sejam antialérgicos.

Aulas particulares

Aulas particulares também podem ser uma alternativa para suas horas livres, ou, também, uma ótima forma de ganhar dinheiro em horários cheios. Você pode dar aulas daquilo que for bom – algum idioma, de dança, de costura, de alguma disciplina escolar, de pintura, instrumentos musicais e tantas outras inúmeras possibilidades. 

No começo pode ser um pouco difícil, pois você precisará encontrar alunos que confiem no seu talento e no conteúdo que você tem a passar. Mas, depois vai ficando mais fácil à medida que o famoso jeito de disseminar informações “boca a boca” vai tomando forma: um aluno conta para um amigo, que também se torna aluno, e assim por diante. 

Você poderá cobrar por aula, por hora de aula, ou por pacotes fechados, sejam eles mensais, semestrais ou anuais. Não se esqueça de incluir em seu preço o valor que você irá gastar indo até o local da aula. Caso as lições aconteçam em sua própria casa, aí vale fazer um desconto, já que é o aluno irá até você.

Franquias

Começar um negócio do zero pode realmente ser muito difícil, por isso há sempre a opção de investir em uma franquia, ou seja, comprar o modelo de negócio de uma empresa já existente, usando, inclusive, o nome da marca – ou seja, já começa o negócio conhecido no mercado. 

O lado bom: você não precisará se preocupar com nada que seja ligado à ideia empresarial, modelo de negócios ou qualquer coisa deste tipo, uma vez que você pagará por uma franquia completamente estruturada. O lado ruim: você seguirá regras impostas pela marca, adequar-se ao formato de trabalho exigido, seguir à risca o que o contrato exige, além de exigir um valor inicial exigido pelo franqueador. 

Para quem acredita que uma franquia seja o modelo de negócio correto, há muitas opções disponíveis no mercado – o Ahoba Viagens, por exemplo, é uma agência de turismo em que o atendimento é feito pela internet. Para franquear-se é necessário investir R$ 4.500,00. Esta é uma franquia que exige um investimento inicial de valor baixo, pois há marcas que podem te pedir R$ 50.000,00 (ou até mais!) para que você comece a trabalhar.


Artigo escrito por Giovanna Frugis.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.