por Ellen Mützemberg

Afinal, o que é esse tal amor?

“Amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente...” Já dizia Camões que amor era algo um tanto complicado. Complicado aos olhos e ao coração de quem nunca deve ter sentido ou que teve uma decepção com alguém que já amou. Quando você decide se entregar a alguém, você não está dando apenas o seu corpo, está dando a sua alma, o seu coração e tudo o que de melhor tiver. Falar “eu te amo” hoje em dia, parece fácil. Fácil para aqueles que acham que falar por falar é a mesma coisa que falar e sentir. O amor é um tema desgastado, já ouvimos falar dele muitas vezes, vemos... Mas você sabe o que é sentir amor por alguém? Não? Então vou te contar como é que esse negócio de sentir amor funciona. É simples, mas é complicado, é prazeroso, mas é tedioso. Um sentimento bipolar? Talvez. Depende do seu ponto de vista. Mas chega de enrolar e vamos ao que interessa.

Casais que estão juntos há pelo menos cinco anos. Hoje, isso é possível? Sim. E como acontece? Primeiro vamos nomeá-los, Beatriz e João. Agora, vamos partir do pressuposto de que eles se conheceram em uma festa e que ‘Bia’ não conhecia ninguém, ao contrário de João que estava bem enturmado. Bia tinha apenas 16 anos e João, 18. Os dois trocaram olhares por diversas vezes até chegar ao assunto. João a chamou para dançar e curtir a festa, afinal a vida é somente uma e João era do lema “aproveitar cada segundo do seu dia, pois não sabemos o dia de amanhã”. Bia entrou na dele, e nessa de ‘entrar na dele’ deu o que falar!

Passou-se um ano de contato pela internet através das redes sociais. Naturalmente, nesse tempo a Bia se apaixonou, amou, odiou e tudo mais que um amor pode fazer com a pessoa. João era do tipo que “pegava todas” e não estava nem aí, bem, pelo menos até o dia em que Bia se declarou. Caro leitor, para uma garota de apenas 16 anos se declarar, requer muita coragem e o sentimento tem que estar batendo muito forte. Ela desabafou, disse a ele que o queria ao seu lado durante a vida toda e quem sabe além dela, João foi pego de surpresa, mas viu que com aquelas palavras, sentiu que estava passando pelo mesmo momento, estava com a mesma vontade, só que não tinha a coragem o suficiente de assumir aquilo para ele mesmo.

Os dois se abraçaram e ali, o amor firmou. João caiu na real de que realmente estava se apaixonando também, ele olhava para aquela menina tão doce, de cabelos escuros e olhos verdes com um sorriso tão ingênuo e pensava “nossa como ela é linda, como pude ser tão babaca?”. Bia também o observava e via aquele garoto um pouco mais velho do que ela, de cabelos loiros e olhos castanhos, alto, forte e pensava “ele é tão natural, charmoso, escolhi o cara certo”.

Quando Bia completou 17 anos e João, 19 começaram a namorar sério. Mesmo que “sério” tenha diversos significados na época deles. Os amigos mudaram, a vida mudou, o jeito de se olharem foi mudando, algo de muito sincero e nobre estava se fortificando entre os dois. E num piscar de olhos, estavam noivos, já estavam juntos há cinco anos e tanta coisa aconteceu que eles nem perceberam. Quando se ama de verdade, o tempo é um mero detalhe.

E depois de contar esta rápida história de amor, chego à conclusão de que amor não se explica, amor não se vê, amor se sente, mas só sentimos quando é verdadeiro e puro, sem obrigações. Então, pra você que ainda não descobriu o poder deste sentimento, sinto muito em não poder ajudar como queria, mas amor a gente não escolhe, a gente não aprende como aprendemos quanto é “2+2”, você só aprende com as lições que a própria vida lhe dá. Para quem sabe do que eu estou falando, parabéns! Você tem o mais nobre sentimento dentro de si e não deixe que nada o abale. E para os outros que irão sentir e aprender, uma boa sorte acompanhada de um bom amor!

Ellen Mützemberg

+ artigos

Estudante de jornalismo, apaixonada pela leitura e por consequência disso, acaba tendo uma coleção de livros. Nas horas vagas procura tirar fotografias. O que não pode faltar em sua bolsa e no seu dia a dia é um bom livro.

email ellen.mutz@live.com

instagram @ellenmutz