por Vanessa Mazza Furquim

Antes sozinho que mal acompanhado

Já dizia o ditado popular que nem sempre vale a pena ficar com uma pessoa apenas para não estar sozinho. E é verdade. Fico pensando sobre a quantidade enorme de homens e mulheres que, mesmo sem amar evidentemente seus parceiros, continuam com eles apenas por medo da solidão, por baixa estima ou ainda por não acreditarem num futuro melhor que aquilo, principalmente quando um dos motivos da relação é a estabilidade financeira ou filhos.

Por outro lado, quando se trata de um relacionamento que começou com amor e foi se perdendo, sobrando amizade, ainda é mais suportável e compreensível que a pessoa permaneça nele por comodismo ou inércia. Porém, não é raro ver pessoas que já começam um relacionamento errado, com total consciência do que estão fazendo. Se você se encontra nesta situação, medite: o que pode acontecer de tão ruim se você ficar sozinho? 

"Seja autêntico, coerente, se ame e tenha paciência, pois a pessoa certa está sempre lá, buscando por nós.

Estar na sua própria companhia é tão insuportável? O que as pessoas poderão ou não pensar de você é tão ruim assim? Você não acha melhor ser independente e ter suas próprias coisas a ter que barganhar isso com alguém que você não estima? Por que você pensa que precisa se punir dessa forma? Pois isso se trata mesmo de uma punição. Afinal, o pior não é só ter que estar ao lado de quem não se ama, mas muitas vezes ter relações íntimas com ela.  

Seja autêntico, coerente, se ame e tenha paciência, pois a pessoa certa está sempre lá, buscando por nós. Ás vezes você só precisa elevar um pouco sua luz para encontrá-la. Não se aprisione sem necessidade. A vida não precisa de mais complicações.Então, não é à toa acontecer dessa pessoa buscar modos de fuga nos vícios, nas doenças e mesmo em amantes, tornando sua situação cada vez mais intrincada e difícil de desmontar. E não adianta culpar o outro por suas mazelas. Foi você quem fez a escolha lá trás, não foi? Além de desleal com a outra pessoa, que nem sempre está a par da realidade (ou que gosta de se iludir), você trava sua vida por coisas que realmente não valem à pena. Portanto, minha amiga e meu amigo leitor, por nada desse mundo troque sua presença radiosa pela companhia de alguém que não lhe toca o coração. 

Vanessa Mazza Furquim

+ artigos

Taróloga há 19 anos, atua profissionalmente desde 2007, com uma abordagem holística e terapêutica, agregando outros conhecimentos como Numerologia, Astrologia, Feng Shui, Linguagem do Corpo e Psicologia para compreender o cliente em sua totalidade.