por Erickson Rosa

O que bloqueia seus chakras e que risco isso traz para sua vida?

Sei que você deve estar curioso para saber a resposta dessa pergunta, mas primeiro vamos entender o que são chakras. Chakras são os centros de energia que tomam conta de nosso ser emocional, mental, físico e espiritual. Existem chakras por todo nosso corpo, mas são sete os que regem os órgãos principais e as glândulas endócrinas, as quais são responsáveis por secretar substâncias diretamente em nossa corrente sanguínea.

O primeiro chakra é o básico, localizado na altura do osso do cóccix. Esse chakra é responsável por nossa sobrevivência e segurança. Ele está ligado ao instinto de sobrevivência e a autopreservação. Toda vez que temos algum medo que coloca em cheque nossa sobrevivência, como por exemplo, a preocupação excessiva por não saber se terá dinheiro para honrar os compromissos, bloqueamos esse chakra. Estando com ele desequilibrado não prosperamos financeiramente, temos perdas e não conseguimos nos estabelecer de maneira concisa em nossa vida. Para prosperar devemos equilibrar esse chakra.

O segundo chakra é o sacral, localizado na região do baixo ventre, aproximadamente três dedos abaixo da linha do umbigo. Esse chakra é responsável por nossos prazeres pessoais e por nossas atitudes perante a vida. Quando nos culpamos por nossos atos, quando não entendemos que na verdade nada acontece por acaso e que todas as situações devem servir como aprendizados, bloqueamos esse chakra. A culpa aprisiona nossa alma e nos impede de viver a vida plenamente. 

Com esse chakra bloqueado achamos que não somos merecedores da felicidade, que devemos pagar pelos erros cometidos. Dessa forma aumentamos a tristeza que gera a depressão. Bloqueamos nosso prazer de viver e passamos a observar tudo com melancolia. Para nos libertarmos da depressão é necessário trazer o equilíbrio a esse chakra.

O terceiro chakra é o do plexo solar e está localizado na altura do estômago. Cerca de 3 dedos acima do umbigo. Esse chakra é responsável por nossa aceitação e tolerância. Não apenas nossa autoaceitação, mas também a aceitação de tudo aquilo que acreditamos ser diferente de nós. Quando sentimos vergonha de nossas ações, quando não aceitamos nossas falhas, negamos a nós mesmos o direito de aprender com elas e passar para um novo nível de entendimento, bloqueamos o chakra do plexo solar. 

Quando bloqueado sentimos vergonha de nossas ações, não aceitamos quem realmente somos. Esquecemos que somos seres humanos com acertos e falhas, e aceitar as falhas faz parte do processo de aprendizado. Reduzimos nossa autoestima. Impedimos a nós mesmos de aproveitar as oportunidades por não nos sentirmos capazes. Por acreditarmos que não somos merecedores, projetamos isso para fora e ficamos críticos, negativos e intolerantes, não aceitando a diferença que enxergamos no outro e, que na verdade, há em nós.

O quarto chakra é o do equilíbrio, chamado de cardíaco. Esse chakra é o responsável por nosso amor incondicional, por nossa doação e amor ao próximo. Esse chakra também diz respeito a nosso amor próprio. Bloqueamos esse chakra quando vivenciamos situações de profunda tristeza e amargura. Quando não entendemos os motivos reais das situações tristes da vida terrena, caímos na armadilha da amargura. A tristeza serve como aprendizado e como contra ponto a felicidade. Só sabemos o que é ser feliz por conhecermos a infelicidade.

Quando estamos com esse chakra bloqueado sentimos a amargura no coração. A raiva assola nosso coração, perdemos nosso amor próprio e nosso sentimento de preservação. Passamos a sentir raiva por nossa vida e por todos que estão a nossa volta. Quando o amor falta, sobra apenas o vazio do ódio. Fazemos quem está próximo sofrer, pois quando damos sofrimento ao outro é porque sofremos muito interiormente. Nosso sofrimento está transbordando. Para eliminarmos o ódio e a tristeza é necessário equilibramos esse chakra.

O quinto chakra é o laríngeo, responsável por nossa expressão e criatividade. Quando mentimos, enganamos e proferimos agressões, bloqueamos esse chakra. Com esse chakra bloqueado perdemos a habilidade de expressar os verdadeiros desígnios de nosso coração e limitamos a nossa criatividade. Esse canal é responsável por proferir aquilo que pensamos e, se está em desequilíbrio, não conseguimos mais nos comunicar com efetividade. Criamos então uma realidade de enganos, equívocos e más expressões.

O sexto chakra é o frontal, responsável por nossa intuição e pela maneira que observamos o mundo, seja no passado, no presente, ou no futuro. Bloqueamos esse chakra quando nos iludimos com a realidade. Achamos que não estamos conectados a todas as coisas, que somos indivíduos únicos sem qualquer influência. Estamos conectados com tudo e todos,  como por exemplo, nossos pais. Somos a ponte de ligação entre eles e a próxima geração. Quando deixamos que a ilusão de que somos seres separados de tudo bloqueamos esse chakra.

O bloqueio desse chakra faz com que vejamos a vida de maneira mais negativa. Tendemos a ver o pior que há na vida e passamos a não enxergar as oportunidades que ela oferece.

O sétimo chakra é o da coroa. Ele é responsável por nossa espiritualidade e por nossa conexão com a sabedoria divina. Ele é fundamental, uma vez que, se bloqueado completamente, perdemos nossa conexão com esse mundo e perecemos. Esse chakra bloqueia quando somos cegados pela densa realidade em que vivemos. Quando nos esquecemos de conectarmos com a espiritualidade, esse chakra começa a bloquear. Ficamos apegados aos problemas da vida e às coisas do mundo.
Quando bloqueado, perdemos nossa capacidade de pensar serenamente. A preocupação toma conta de nossos pensamentos. Prestamos mais atenção nos problemas do que nas coisas boas que a vida tem a oferecer.

Além disso, ainda temos os problemas físicos gerados pelos pensamentos e ações que bloqueiam nosso fluxo de energia nos chakras. Dores de cabeça, derrames, dores de garganta, pressão alta e palpitações, gastrites, problemas nos intestinos e nos órgãos sexuais, são alguns exemplos disso.

Quando bloqueamos nossos chakras, bloqueamos a energia vital existente em nosso corpo. Por isso que devemos desbloquear e alinhar nossos chakras, para mantermos uma vida mais saudável e feliz.

Mas a essa altura você deve estar se questionando como faz para alinhar seus chakras. Para isso darei um presente a você. Preparei um e-book gratuito onde ensino três métodos simples para você manter seus chakras alinhados e evitar todos esses problemas e, ainda fazê-lo viver de maneira mais feliz.

Basta acessar aqui: http://www.coachmatinal.com.br/chakrasrevelando/

Não deixe que seus chakras fiquem bloqueados nem mais um dia.
Se você quer acabar com o ciclo de tristeza e amargura que está sua vida, comece hoje mesmo a ler esse e-book. A felicidade está à sua espera, só depende de você.

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.