por Gabrielle Carreira

Case-se comigo

Há tantos anos juntos e eu já não sei mais o que fazer para te demonstrar o meu amor. Passam mil coisas na minha cabeça, mas nada parece suficiente. Só que ontem à noite, enquanto pegava no sono, percebi qual seria a coisa que te mostrarei: o quão puro e forte é o meu amor por você. 

Então hoje eu venho aqui, sem muito planejamento, te mostrando tudo o que sou, tudo o que tenho, tendo apenas o meu coração na mão e te peço: case-se comigo? Não, este não é um ato de desespero é só que o “Para Sempre” nunca será o suficiente para mim, acho que nunca terei tempo suficiente para viver tudo o que este amor me reserva. Quando o amor me encontrou, foi algo como estrelas explodindo no céu e a paz completa na Terra. 

Então diga, por favor, você vai casar comigo? Você usará branco e eu direi: Eu Aceito! Então, case-se comigo!

Pois, eu mal posso esperar pelos próximos anos, por dormir e acordar ao seu lado; poder preparar seu café da manhã e te ver com carinha de sono. Mal posso esperar para irmos fazer a primeira compra de supermercado pra nossa casa (sim, eu penso nisso), para você ver você com cara de louca quando estiver arrumando o nosso apartamento e muito menos para começarmos a decorar nosso cantinho do nosso jeito. Mal posso esperar para vivermos os nossos sonhos. É tudo que mais quero nessa vida. Realizar cada um dos nossos desejos. É só você quem se encaixa perfeitamente nos meus planos, quem também quer fazer a travessia dos Estados Unidos de carro, quem também quer viajar pelo mundo e provar todos os tipos possíveis de comida. Só você que ouvirá “Queen” no último volume e ainda cantará junto.

É só você quem nunca desistiu de mim, mesmo quando fui horrível, mesmo quando te machuquei, mesmo quando não mereci, foi só você quem me amou, quem viu em mim aquilo que ninguém mais viu, nem mesmo eu. Te peço então, casa comigo, seja minha mulher, seja minha e eu te prometo todo o amor do mundo. E eu serei o seu maior fã, serei melhor, serei o seu amor vivo. Serei seu ombro para chorar e a mão que te levantará. Serei paz na turbulência e luz na escuridão. 

Vem comigo então, minha pequena, que eu te prometo a felicidade.

Gabrielle Carreira

+ artigos

Sou uma aspirante a jornalista de 20 anos que tem muito a dizer. Uso as palavras como principal meio de expressão, amo ler e passo meu tempo livre assistindo a séries e curtindo meu namorado de longa data.