por Equipe Horóscopo Virtual

Como reconhecer um vampiro de energia

Estamos cercados de energias que vem e vão e sempre nos atingem. As energias podem ser muito positivas, principalmente quando partem de uma iniciativa autentica e natural de outras pessoas. Podem ainda vir de seres vivos, cores e objetos que nos proporcionem bem-estar e sentimento bons.

As energias mais negativas podem ser propositais, quando sentimos inveja ou desejamos o mal de alguém e até mesmo geradas sem percebermos, um olhar desconfiado, uma dorzinha de cotovelo, e em muitas outras circunstâncias.

Esse embate de energias é o que move a nossa vida. Nos guiamos e nos comportamos conforme o nosso humor e estado de nossa mente, estritamente associados à este fluxo energético que pode ou não estar em equilíbrio.

Balança

Quando estamos nos momentos mais plenos e satisfatórios de nossas vidas, significa que estamos com as energias equilibradas. Nunca ninguém será 100% positivo, nem 100% negativo. Há uma balança em que se ponderam as cargas energéticas para que possamos viver bem.

Entretanto, abalar as estruturas de uma forte positividade pode acontecer rápida e facilmente. Mesmo sem perceber, doamos e recebemos energias e algumas pessoas a nossa volta podem estar tão desiquilibradas energeticamente que acabam por “roubar” aquilo que nós temos de bom.

Vampiros energéticos    

Essas pessoas normalmente não fazem isso de forma intencional. Elas estão, por algum motivo, instáveis e não conseguem deixar de repassar seus sentimentos negativos. Além disso, buscam em quaisquer outros pontos uma melhora em seu estado de espírito. O resultado é sugar a positividade daqueles que estão a sua volta.

A ação destes vampiros energéticos pode nos abalar muito, literalmente sugar as nossa forças e nos deixar para baixo sem motivos.

Identificação

A presença destas pessoas pode estar nos ambientes mais inesperados. A atitude pode partir de um colega próximo, de alguém desconhecido ou até mesmo de um familiar. Muitas vezes nenhum dos lados percebe o que está ocorrendo realmente.

Tais figuras podem estar encarnadas, ou seja, pessoas ao redor. Ou então desencarnadas, segundo o espiritismo, seriam as almas que procuram corpos em vida para aproveitar a sua energia vital, para isso se aproveitam de situações de abertura dos chacras como o uso de drogas e álcool.

Há alguns “tipos” de vampiros encarnados classificados de acordo com seu comportamento, veja:

- Vampiros poderosos:
São aquele tipo de pessoa pretenciosa. Julga-se melhor do que todos, faz apenas comentários depreciativos e critica a tudo e todos com ar de razão.

- Vampiros hipocondríacos:
Esta pessoa é extremamente pessimista. Está cheia de doenças e problemas de saúde e está à procura de alguém em que possa descontar tal peso. Neste caso, o vampiro é capaz de, até mesmo, gerar doença em sua vítima ouvinte tamanha a transmissão que se realiza.

- Vampiros briguentos:
Tudo se resolve na briga para ele. Agindo sempre de forma agressiva, qualquer faísca será motivo par reação de ira e provocação de seu “inimigo”.

-Vampiros falantes:
Algo está errado e ele precisa desabafar. Esta pessoa irá encher a sua cabeça com mil e um problemas e não irá parar de reclamar até que você dê um basta em suas lamentações.

- Vampiros questionadores:
A fim de não permitir a coerção e equilíbrio alheios, o questionador não para de fazer perguntas com o objetivo de desconstruir qualquer teoria ou boa ideia que venha do outro.

- Vampiros “grudentos”:
Para estes a melhor maneira de se estabilizar é puxando a energia de alguém por contato. Eles tocam, abraçam e ficam por perto para tentarem se sentir um pouco melhores.

- Vampiros pessimistas:
Reclamar é a sua arte. Tudo está ruim e apenas palavras negativas saíram da boca dele.

- Vampiros cobradores:
Eles cobram tudo e todos, nada está suficiente nunca.
 
Métodos

Mas como estas pessoas conseguem simplesmente se aproveitar de nossa energia? O contato é um grande passo para que os chácras passem a transmitir a energia ao próximo. As mãos são um grande exemplo desta transmissão.

Além delas, a absorção pode acontecer de longe, até mesmo por via digital. Um telefonema ou um e-mail, um olhar ou um desejo. Tudo isso altera a disposição de nossas energias e seu funcionamento em nosso corpo.

Como evitar

A melhor maneira de evitar o roubo de energia é mantendo estas pessoas longe. O que acontece é que frequentemente não enxergamos o que está acontecendo, e nosso corpo e mente são levados pela absorção.

É importante ficar atento e identificar tal tipo de situação e principalmente reagir de forma positiva. Ou seja, não adianta responder na mesma moeda, desejando o mal da pessoa. Assim, você apenas se tornará mais um dos vampiros da história.

Proteja-se mentalizando coisas boas e estando sempre positivo. A fim de ajudar estas pessoas a retomarem o seu equilíbrio energético, busque outros caminhos que a façam enxergar as próprias falhas, mas atente-se para não ser atingido por tal procedimento.


Texto escrito por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.