por Vanessa Mazza Furquim

De princesa à megera

Guia prático para evitar se transformar numa bruxa dentro do relacionamento!

Todo relacionamento tem uma tendência a começar bem. A mulher mostra seu melhor lado, tanto interior quanto exterior. O homem se sente sortudo de estar saindo com alguém tão encantador. Porém, basta passar alguns dias para que esta princesa comece a mostrar para fora algumas garras arrepiantes. São pequenos sinais que, a princípio, parecem inofensivos: ela liga um pouco mais para saber como ele está, faz questão de saber para onde ele vai e quando volta; mexe nas coisas dele ou aparece sem avisar para fazer uma pequena surpresinha; dá apelidos carinhosos e constrangedores, projeta o futuro dos dois juntos e, antes que ele perceba diz: você é o homem da minha vida, eu amo você!  

Isso é o bastante para gelar a espinha de qualquer homem. Ele ainda nem sabe direito quem é esta mulher, se realmente gosta dela, se este relacionamento vale à pena e ela já está a mil por hora exigindo atitudes, respostas e garantias que ele não tem condições de dar.

Não é de se estranhar que, já nos primeiros dias, semanas ou meses de namoro, o cara pule fora sem nenhum remorso. Afinal, ele não conheceu a verdadeira mulher por baixo de todas aquelas reações de carência, insegurança e raiva contida. Então, o que está de fato perdendo? Por isso, moças, se vocês sabem que ficam tão deslumbradas no início de um relacionamento que o medo de ficarem sozinhas de novo as leva justamente a agir de forma desesperada, afastando os homens de vocês, parem e respirem. Isso precisa mudar! Vocês têm que conseguir colocar para fora quem vocês realmente são ao invés de se preocuparem tanto em serem perfeitas e terem tudo sobre controle, inclusive o novo parceiro.

Portanto, aqui vão algumas dicas:

- O outro não é responsável pela sua felicidade, então não cobre por isso;

- Não fique bonita para ele, fique para si mesma;

- Não deixe de fazer o que você realmente quer para agradá-lo. Seja autêntica e diga não quando necessário;

- Não crie jogos manipulativos;

- Não queira discutir a relação todos os dias ou falar sobre sentimentos; - Não o obrigue a fazer coisas que ele também não queira;

- Não o fique perseguindo pelo celular, email ou internet;

- Evite vasculhar a vida dele, invadindo sua privacidade;

- Seja independente e resolva as coisas sozinha. Não viva à sombra dele;

- Não deixe de sair com suas amigas ou ver sua família só porque está com ele.

Vanessa Mazza Furquim

+ artigos

Taróloga há 19 anos, atua profissionalmente desde 2007, com uma abordagem holística e terapêutica, agregando outros conhecimentos como Numerologia, Astrologia, Feng Shui, Linguagem do Corpo e Psicologia para compreender o cliente em sua totalidade.