por Caroline Bespalec

Depois do Fim

A primavera estava logo ali, fazendo com que as folhas –que até então estavam secas e caídas- voltassem coloridas e alegres. Com a gente foi exatamente o contrário: as folhas secaram e não reapareceram em árvores novamente.

Mas o amor não acaba assim de uma hora para outra, ele não acaba quando a pessoa vai embora. Às vezes demora, mas passa... Porque, realmente, tudo nessa vida passa, nem que seja a passos de tartaruga.

E passou...

Mas ainda lembro-me de você quando ouço a nossa música. Aquela lá, sabe? Tenho certeza que não.

Há pouco tempo eu ainda te amava mesmo você não me amando mais. Há pouco tempo eu ainda sentia a sua falta, mesmo que você não tivesse mais saudade de mim.

Não posso negar que sinto falta do que já fomos, mas já não quero voltar a ser o que nós éramos. Você é a história boa que eu queria ter contado.

E eu me pergunto se eu já passei pela sua mente. Para mim isso acontece o tempo todo. – Lady Antebellum

Caroline Bespalec

+ artigos

Uma jornalista, geminiana e que sempre muda de opinião. Gosta de moda, filmes e do inverno. Trocaria todas as conversas em redes sociais por encontros pessoais.