por Valquiria Rita Geraldini

A maternidade, seus desafios e a Terapia Floral

Chegamos ao mês de maio e com ele vem a celebração do Dia das Mães. A figura materna é universal, porém, sua imagem está relacionada com as experiências individuais de cada um com sua própria mãe.

Tudo se transforma na vida de uma mulher quando ela se descobre grávida. A partir daí, alegrias, mas também desafios, podem surgir. Existem muitas essências florais que podem contribuir na superação dos desafios da maternidade. Neste artigo, selecionei algumas delas.

Do Sistema de Florais da Califórnia, criado pela Patricia Kaminski e pelo Richard Katz, podemos citar as seguintes essências florais:

Indian Pink

Auxilia as mães a conseguirem administrar as exigências dos filhos e as responsabilidades da casa, permitindo a mulher sentir-se mais centrada e verdadeiramente presente.

Alpine Lily

Auxilia as mães a conseguirem vivenciar a experiência da maternidade de uma forma gratificante e nutridora.

Buttercup

É excelente para a baixa autoestima quanto à própria identidade como mãe, ao se comparar com os demais papéis sociais que exerce.

Zinnia

Indicada para as mães que vivenciam a maternidade como uma obrigação penosa, permitindo o resgate da alegria e da espontaneidade na relação com seu filho.

Star Tulip

É excelente para desenvolver a receptividade, permitindo à mulher a confiança na própria intuição e orientação ao vivenciar o papel da maternidade

Do Sistema dos Florais de Bach, criado pelo médico inglês Edward Bach, podemos citar as seguintes essências florais:

Elm

Para as mães que assumiram as responsabilidades da maternidade, mas estão sentindo-se sobrecarregadas e desanimadas.

Red Chestnut

Para as mães que são excessivamente preocupadas com os seus filhos.

As essências florais não possuem contraindicação e podem ser utilizadas por pessoas de qualquer idade. São encontradas nas boas farmácias de homeopatia e manipulação de todo o país e normalmente são usadas tomando-se 4 gotas 4 vezes ao dia.

E para encerrar, vou deixar uma quadrinha linda escrita pelo querido Mário Quintana, que eu adoro, pois acho que resume muito bem nossos sentimentos nesta data:

“Para louvar nossa mãe
Todo bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer”

 

Um lindo mês de maio para todos vocês e um grande beijo a todas as mães!

 

Valquiria Rita Geraldini

+ artigos

Valquiria Rita Geraldini é Terapeuta Floral, instrutora em Visualização Criativa e escritora. Atende em consultório e online além de ministrar cursos e dar supervisão para profissionais da área.