por Paulo Bregantin

Relacionamento familiar

A família é uma formação muito necessária para o ser humano, pois quando nascemos (ser natural) não temos referência de nada, e é a família ou alguém de alguma família que nos mostra o mundo. Sim! É através do outro que aprendemos a enxergar o que somos. Por exemplo: são os outros (familiares) que cuidam de nós enquanto ainda não temos condições de cuidarmos de nós mesmos. São familiares que nos ensinam as boas maneiras, as regras, as leis, nos falam sobre amor, convivência, respeito, honestidade, sinceridade, decência. É a família que nos dá um nome e um sobrenome, enfim, é na família onde aprendemos tudo que somos.

Quando chegamos a uma idade (pode variar de pessoa a pessoa), começamos a escolher quem são os familiares que iremos nos relacionar e, na maioria das vezes, ficamos com os mais próximos, ou seja, pai, mãe, irmãos e primos de primeiro grau. Claro que em algumas situações, amigos e parentes mais distantes tornam-se a própria família. Mas, não importa, pois todos nós precisamos dos relacionamentos familiares. 

Eles são fundamentais para definição de quem seremos no futuro e como formaremos nossas famílias. Todos nós precisamos de família e de nos relacionarmos com familiares. 

Esse vídeo fala um pouco sobre o relacionamento familiar:

Confira também: Parte 1 • Parte 2 • Parte 3

Paulo Bregantin

+ artigos

Mais de 25 anos dedicado ao cuidado de pessoas, sendo Psicanalista Clínico e escritor com várias obras publicadas. Atua nas redes sociais como dono, gerenciando a página Paulo Bregantin e o Grupo Psicanálise Integrativa.

facebook /Paulo-Bregantin