por Erickson Rosa

3 comportamentos que geram baixa autoestima

A autoestima é fundamental para conseguirmos ter uma vida saudável e feliz. A falta de uma boa autoestima pode gerar muitos problemas e até mesmo grandes disfunções como a depressão e a ansiedade. Se você não tem uma boa relação consigo mesmo, é provável que não consiga ter uma relação positiva com o ambiente e com as pessoas a seu redor.

Por isso a autoestima é tão importante, pois sem ela não temos a confiança nem a atitude necessárias para agir e evitar os problemas que acontecem em nossa vida. Por essa razão, neste artigo, vou abordar os 7 principais comportamentos que sabotam sua autoestima. Pois essa é uma forma muito perigosa de se autossabotar. Neste artigo, você saberá:

  • Os 3 dos 7 principais comportamentos de baixa autoestima

  • Como a autoestima influência sua vida

  • Como lidar com esses comportamentos

Como a autoestima influencia nossa vida

De todos os problemas que acontecem em nossa vida, desde problemas em relacionamentos a financeiros e emocionais, estão todos relacionados a uma autoestima negativa. Nenhum julgamento é tão importante quanto o que se faz de si mesmo.

A autoestima envolve dois componentes fundamentais: o sentimento de autoconfiança e o autorrespeito. A soma desses dois fatores gera nossa autoestima, que é a capacidade que temos de avaliarmos a nós mesmos. Se temos uma avaliação negativa, ou condicionada a fatores externos, criamos uma autoestima frágil. Essa autoestima frágil faz com que não confiemos em nossas ações e em nossos projetos. Tendo o autoconceito prejudicado, a confiança em si diminui e isso colabora para uma diminuição da autoestima.

Logo a pessoa tem dificuldade em vários setores de sua vida, pois não tem a confiança necessária para os desafios que se apresentam no cotidiano. Vou listar aqui os comportamentos que geram essa baixa autoestima:

Sentimento de incapacidade

Quem tem a autoestima baixa se sente incapaz. Acredita que, não importa o que faça, as coisas não mudarão. Esse é um sentimento de desesperança, pois a pessoa sente que suas ações não dão resultados no mundo. 

Para eliminarmos esse comportamento, é necessário desenvolver o conhecimento sobre seus valores pessoais. Valores pessoais são nossos guias, é aquilo que move você para seus objetivos e metas. Se você não conhece seus valores ou não é congruente com eles, talvez seja por isso que esteja gerando esse sentimento de incapacidade em você.

Sentimento de falsidade

A pessoa que não tem autoestima fica o tempo todo se achando uma farsa prestes a ser desmascarada. Falta confiança em si mesmo. Veja que voltamos à confiança e ao autoconceito mais uma vez. Se você sofre com esse sentimento, podem faltar duas coisas: mais confiança em você mesmo ou, então, mais conhecimento sobre aquilo que faz. Independente do que falta, é necessário que aumente sua fé em você mesmo, pois, se não tem o conhecimento necessário, então confie em seu poder de aprendizado.

Falta de confiança em si

Imagine que vá viajar para uma cidade onde um amigo seu resida. Você não conhece nada nessa cidade e combina com seu amigo dele pegar você no aeroporto. Acontece que ele não aparece e depois se desculpa falando que se esqueceu de pegar você. Você confiaria depois nesse seu amigo? Dificilmente não, não é?

O mesmo acontece quando você quebra um acordo consigo mesmo. Sua confiança em si diminui. Por isso, devemos não quebrar a confiança que temos em nós mesmos. Isso com certeza diminui a autoestima.

Esses são os 3 principais comportamentos. No próximo artigo, vamos abordar os 4 comportamentos restantes, por isso fique atento. Um grande abraço!

Confira também: Parte 1 • Parte 2 • Parte 3 • Parte 4 • Parte 5

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.