por Alana Morgana

A bruxa contemporânea

Qual a diferença de bruxas do passado e as bruxas do momento atual, as contemporâneas? Nenhuma. São utilizadas as mesmas coisas do passado, usando recursos atuais, os que têm a mão.

Terra, Fogo, Água, Ar e o Espírito. Escritas, símbolos, gestos, palavras mágicas, instrumentos litúrgicos e a energia pessoal, Deidades, animais e espíritos diversos, foram e são as mesmas coisas que se utilizavam nos tempos antigos aos atuais.

Não tem caldeirão, faz-se na panela de cozinhar. Aquelas que podem ter um arsenal maior compram vários utensílios a mais, especificamente para o ofício. Aquelas, que são bruxas casuais, utilizam as panelas domésticas, tendo o bom senso de não utilizá-las para feitiços com as sombras, afinal, vai fazer a sua comida nela.

A bruxa do passado bem remoto, tinham uma conexão maior com a terra, os animais, as forças da natureza. As da Idade Média, tinham a vigilância da Igreja e também dos seus conflitos pagãos e cristãos. Mas mesmo assim, utilizavam o mesmo processo. E como disse, as de hoje também.

A bruxa contemporânea, tem algo que as outras não tinham (achei um item!) a Internet. A Internet forma bruxas e bruxos em qualquer parte do mundo, através de estudos e ensinando práticas à distância, no qual o aprendiz a feiticeiro pode se articular sozinho. Isso é errado? Não vejo. A pessoa tem que ter o discernimento de ver até aonde pode alcançar. Mas vai estudar, praticar, comprar alguns objetos pela internet, como varinhas, cajados, caldeirões, etc.

Claro que o melhor seria fazer. Mas nem sempre é possível. Então, por que não ajudar os nossos irmãos e irmãs pagãs comprando os artefatos? Toalhas bordadas, anéis com símbolos? Quem pode fazer um anel de ouro e colocar símbolos, ótimo. E quem não tem dinheiro, ou tem e não sabe fazer? Compra-se!

 

A bruxa contemporânea tem que estudar, se dedicar, fazer cursos, etc. Afinal, a mulher de hoje, trabalha, estuda, tem cargos altos e não depende mais do homem. Não há vergonha nisso. O importante são as fontes confiáveis, tempo e sabedoria para discernir uma coisa da outra.

Portanto, se quer ser uma bruxa de poder, estude e pratique, mas não se esqueça da humildade.

Alana Morgana

+ artigos

Alana Morgana, Matriarca e Suma Sacerdotisa da Tradição Athena Pronaia-Coven Corujas Lunares, Taróloga, Cartomante e Terapeuta Holística. Fundadora da Escola de Artes Mágikas Alana Morgana (desde 1984).