por Luciane Keskissian

A influência natural das cores nos ambientes

As cores podem influenciar nossos comportamentos, emoções e energia, das maneiras mais diversas!

Podemos obter cura com as cores através de técnicas como: harmonização dos nossos chakras por visualização de cores, pelo feng-shui, pela cromoterapia e pela simples observação de como ela funciona na natureza.

Quando é captada pela nossa retina, cada cor leva uma informação ao nosso sistema nervoso, propiciando tranquilidade, atenção, perigo, aconchego, calor ou frescor, de forma tão importante e rápida, que são muito utilizadas na publicidade, na comunicação visual das empresas, placas de trânsito e muito mais.

As cores promovem cura, alteram estados de ânimo, e podem propiciar bem-estar, desde que bem dosadas e utilizadas de maneira bastante personalizada, pois, assim como os perfumes, as cores são elementos de gosto muito pessoal, principalmente no que se refere a estilo, sensações e intenções.

Para aprender a lidar com as cores, inicialmente, procure buscar as combinações na natureza ou algum lugar marcante, que já esteve.

Veja abaixo como escolher a cor certa, para cada objetivo pessoal ou por tarefa/necessidade, guiando-se por cenários naturais:

Mares paradisíacos da Tailândia: 

Cores como o amarelo do sol, azul turquesa e tons de areia, misturam energia, concentração e serenidade necessários para um ambiente de trabalho, sem stress.

Floricultura parisiense

Rosa chá e verde alecrim. Frescor, com romantismo, para o quarto de uma adolescente. Traz conforto e tranquilidade, sem preguiça.
 

 

Paisagismo tropical: 

Tons de terra, verde folha, amarelo intenso e coral. Rústico chique, cores perfeitas para um jardim de inverno, clínicas de Bem-Estar, Spas, cores que aquecem a alma e permitem relaxamento profundo.

Fundo do mar:

Os azuis de um local de puro silêncio, de concentração total, são fundamentais para ambientes que exijam ações precisas, impessoais e que necessitam de atenção total. A temperatura tende a parecer mais fria, mesmo em pleno verão. Exposição demais a locais com estas cores podem causar depressão ou melancolia, mas também podem acalmar a mente, quando a pessoa está muito agitada.

 

Amanhecer nos campos de lavanda:

Lilás, azul do céu e amarelo bem clarinho, que representam as primeiras horas do dia, propiciam o ambiente suave e aconchegante para o quarto do bebê, maternidades e clínicas pediátricas.

 

Flores das cerejeiras japonesas:

Delicadeza, sofisticação e romantismo em tons de rosa e brancos off-white.

 

Plantações de girassóis:

legria do amarelo ouro, frescor do verde folha e marrom do centro desta flor tão cheia de vitalidade, energizam, criam um clima de alto astral, ideais para entradas de casa, locais públicos, brinquedotecas, escolas de dança e locais que busquem interação e comunicação eficaz. Evitar em quartos, pois podem atrapalhar a preparação para dormir e o sono tranquilo.

 

Gramados dos parques públicos:

Há quem aposte que vermelho é cor para os apaixonados, mas a cor que harmoniza o chakra do coração, é o verde, por isso, observe a quantidade de casais de namorados, apaixonados e em paz, se curtindo nos gramados de parques como o Ibirapuera,em São Paulo,  por exemplo! Leve este clima para o quarto do casal e percebam os resultados.

 

A combinação e as tonalidades são fundamentais para alcançar os objetivos em cada ambiente, observe e harmonize-os. 
No próximo artigo, falaremos da transformação energética de cada cor, nos ambientes, pelo feng shui.

Luciane Keskissian

+ artigos

MBA em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (FGV), Arquiteta e Paisagista, Consultora em Feng Shui - com Radiestesia , Life Coaching - Abordagem Integral (Ken Wilber), Master Practitioner em PNL , Master em Magnified Healing e Energy Healing (USA - Deborah King).
Tel: (13) 3357-2591
E-mail: clubedaclorofila@gmail.com

site Clube da Clorofila

facebook /clubedaclorofila

fone (11) 954390975