por Vinícius Francis

A política do auxílio espiritual

Ajuda espiritual é algo que costumeiramente solicitamos, seja para qual motivo for. E quase nunca paramos para questionar como funciona a política da espiritualidade nesse caso. Porque vemos uns sendo auxiliados diretamente e outros não. Logo, conclui-se que deve haver algo por trás de cada movimento das forças da vida em nosso auxílio. E, sim, há uma política inteligente.

Sabemos que nada no Universo é de graça. A tradicional frase “devemos dar o que de graça recebemos” foi profundamente distorcida. Na verdade, nada nos é dado de graça. O mecanismo de funcionamento do Universo é o da “troca”. A política do “dar” não é funcional, porque se a pessoa der sem parar, uma hora fica sem. Mas se ela “trocar”, os dois lados da equação ganham. E com a espiritualidade isso não é diferente.

Pedimos ajuda como se isso não tivesse um preço. Mas tem. E precisa ser pago. A cada vez que você pede ajuda e é atendido, cria-se uma dívida sua com a espiritualidade. E sempre que você solicita auxílio é instantaneamente verificado em sua “ficha vibratória” se há condições de atendê-lo, sabia disso?

A prova é que muitos clamam, mas nem todos são respondidos. E isso precisa ter uma explicação inteligente. Eu falo aqui de pedidos de auxílio, não de petições pessoais como casa, namorado, etc. Já sabemos que estas coisas nós é que criamos em nossas vidas. Refiro-me, por exemplo, a auxílio para um determinado desafio ou problema enfrentado, pedidos de proteção e socorro espiritual, etc. Você faz a prece, um espírito determinado ouve e responde. Tendo condições de te ajudar, ele desce, socorre você e resolvida a questão. Exemplo: te livrou de um assalto, protegeu sua bolsa e ninguém a roubou, sendo que você a esqueceu no banco da praça (isso já aconteceu comigo), salva o seu cachorro de um atropelamento, te ajuda numa situação onde você não vê saída e, de repente, a ideia chega. Entendeu, né?

Pois bem, a cada vez que recebe ajuda, você passa a dever à espiritualidade. Nenhum espírito trabalha de graça. Mas você não deve ao espírito que te ajudou e sim à luz. E precisa quitar. Só que a maioria, por não saber disso, vai acumulando dívida atrás de dívida. Sempre que precisa é socorrido. Chega uma hora que a dívida excede o limite e então a pessoa não pode ser mais ajudada, porque não é justo.

E em alguns casos pode-se ficar sem auxílio. Se a sua ficha está em débito grande, o auxílio pode ser negado. Nem adianta pedir a Jesus, até porque ele tem mais o que fazer. Você ora para ele e um dos muitos seres de luz que servem à mesma irmandade colhe sua vibração e a avalia para saber se tem ou não condições de atender. E como fazer para estar em dia com a luz para sempre ser atendido? Trabalhe por ela, pela causa dela.

A cada vez que você faz uma boa ação, com sinceridade, de coração, ganha um ponto. E esse ponto se converte numa possível futura ajuda. Um dia perguntei aos meus guias o porquê de eles sempre me ajudarem em tudo o que eu preciso. E a resposta foi clara: porque você ajuda. Quem ajuda é ajudado. Ou seja, quem faz por onde tem seus méritos. É assim que funciona. Quer atenção da Luz e auxílio em sua vida sempre que precisar? É simples, basta fazer o mesmo com o próximo, seja gente ou bicho, não importa, faça o bem.

Tem um amigo precisando de um conselho sábio, dê com sabedoria. Tem alguém precisando de determinada ajuda e você pode colaborar, faça-o. Tem uma ONG que precisa de doação, doe. Tem um cachorro na rua com fome, alimente-o. Tem uma senhora com sacolas pesadas na rua? Ajude-a com isso. Seja gentil, educado, disposto, motivado a ajudar seu próximo, a ser generoso. Mas com ponderação e sabedoria, claro!

Contudo, ajude e será ajudado. Faça o bem e terá pontos suficientes para trocar por auxílios espirituais quando você precisar. E olha, por experiência própria, vale a pena trabalhar nessa política! Que o amor nos cure!

Vinícius Francis

+ artigos

Vinícius Francis, escritor, canalizador e terapeuta metafísico, cujo trabalho desenvolve-se com base na psicologia humana, espiritualidade, leis do Universo e magia branca, com o objetivo de despertar a consciência divina e resgatar a essência do ser, ofuscada pela educação social e religiosa distorcida.
Sua filosofia de vida é pautada numa espiritualidade independente, onde a felicidade e bem estar são o alicerce de uma vida rica e satisfatória.
Loja Virtual: os-filhos-da-alva.blogspot.com.br