por Erickson Rosa

Como a meditação pode beneficiar o seu corpo?

Com certeza, você já deve ter ouvido falar sobre a meditação. Talvez você pense que a meditação é algo místico ou religioso e que é preciso muitos anos de prática para aproveitar dos benefícios que essa técnica traz. Se você é uma pessoa que pensa assim, saiba então que não poderia estar mais errada nas suas suposições.

A meditação é uma técnica transcendental, podendo estar ou não associada a uma religião ou prática espiritual. Contudo, seus benefícios já possuem comprovação científica, sendo até mesmo utilizadas pela psicologia de terceira onda, a cognitiva comportamental ou técnicas de mindfulness.

As técnicas de mindfulness são técnicas de atenção plena e que entre várias práticas utiliza a meditação. Isto porque a meditação possui vários efeitos fisiológicos positivos, que são ideais para tratamento da depressão, ansiedade, transtorno do estresse pós-traumático, entre outros transtornos do humor.

 

A meditação não só acalma sua mente como também aumenta sua concentração, isso porque ela altera a secreção de hormônios e neurotransmissores em seu organismo. Através das práticas meditativas podemos alcançar a redução e equilíbrio dos níveis de cortisol, principal neurotransmissor responsável pela sensação de estresse.

A prática da meditação não só reduz e elimina a ansiedade e o estresse como auxilia em problemas, como a insônia, por exemplo. Um estudo realizado em 2008, do Northwestern Memorial Hospital, de Illinois, pegou pessoas entre 25 e 45 anos com insônia crônica e, após o tratamento de dois meses de meditação e  relaxamentos, os pacientes passaram a dormir duas horas a mais por dia e alcançaram níveis mais próximos do indicado do sono REM.

Em outra pesquisa realizada em pelo Wake Forest Baptist Medical Center, na Carolina do Norte, em que eles observaram 28 enfermeiras que sofriam de estresse pós-traumático, foi comprovado que a meditação funciona como tratamento. Metade das enfermeiras foi orientada a realizar meditação e alongamentos durante duas semanas, enquanto a outra não. A metade que realizou os alongamentos e as meditações obteve uma redução de 67% nos níveis de cortisol, enquanto que a outra metade permaneceu sem alteração.

Além disso, a meditação equilibra seu fluxo de pensamentos e aumenta sua percepção. É nesse benefício que a terapia mindfulness se baseia. Com a meditação, você diminui o fluxo de pensamentos, reduz as distrações e consegue ter uma maior percepção dos acontecimentos e de suas ações e quais as implicações de suas atitudes, diminuindo comportamento automáticos que sabotam sua vida sem que você perceba, como a procrastinação, ansiedade, etc.

 

Apesar de muitas pessoas dizerem que meditar é algo difícil, sua aplicação é algo simples e não requer muito esforço. Basta sentar em algum lugar confortável em que ninguém lhe perturbe durante pelo menos cinco minutos. Respire fundo comece a prestar atenção em sua respiração. À medida que você relaxa o fluxo de pensamentos tende a aumentar, apenas não se prenda a nenhum pensamento. Mantenha a concentração em sua respiração.

Meditar é como começar uma academia. No início pode parecer difícil, mas se insistir logo verá os resultados. Se você sente dificuldade em meditar, pode acessar meu site e se inscrever para receber as dicas que dou sobre como meditar.

Também pode ler esse artigo onde falo sobre ansiedade e baixar meu e-book que está no link do texto, nele eu ensino como reduzir a ansiedade e ainda como usar a meditação para isso.

Então, está pronto(a) para começar?

 

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.