por Paula Teshima

Como parar de assistir televisão sem sofrer

Você já tomou consciência de que só passam programas de baixa qualidade na televisão, que isso não agrega nada em sua vida, e mesmo assim, não consegue sair da frente da telinha? Entenda o porquê que isso acontece e descubra uma maneira simples de lidar com essa situação sem sofrimento.

Enquanto ficarmos focados no negativo, em querer assistir noticiários, em querer ouvir fofocas, nos contaminando com pessoas de baixa vibração. Ficaremos “presos” em um ciclo de negatividades e futilidades, pois absorvemos energias densas, devolvemos para o Universo mais energias do mesmo tipo, que, por sua vez, nos retornará mais coisas negativas. Dessa forma, dificilmente sentiremos vontade de ler um livro ao invés de assistir o próximo capítulo da novela.

Para que você consiga mudar seu padrão vibratório e atrair coisas mais elevadas, é preciso saber usar um dos maiores poderes que está dentro de você, o poder do livre arbítrio. Ou seja, diante de cada escolha, pare para refletir e analisar se aquilo realmente fará você crescer e evoluir.

Faça menos daquilo que você mais faz hoje, e faça mais daquilo que você menos faz hoje. Não se importe com as críticas e comentários alheios. Seja ousado e corajoso, e faça o que o seu coração mandar. Assim, você acabará se tornando uma referência, um exemplo a ser seguido por muitas pessoas.

Quando você decide, por livre e espontânea vontade, se conectar com fontes mais elevadas, seus gostos, seus sentimentos e suas atitudes começam a ser transformados. Você sentirá muito mais vontade de cuidar mais do seu corpo, da sua alimentação, praticar uma atividade física, cuidar da saúde e todas as informações que entram pelos seus cinco sentidos.

Dessa forma, a televisão e outras atividades mais inferiores irão, automaticamente, sumir da sua vida. E o melhor de tudo: sem sofrimento, sem dor, sem arrependimento. Porque, agora, sua vibração é outra. E logo você se perguntará: “Como que eu assistia todas essas porcarias, essas gritarias, essas discussões? E tudo isso só prejudicava a minha saúde e o meu trabalho”.

No início dessa mudança, poderão ocorrer alguns deslizes, em que você ainda sinta vontade de assistir o que gostava. Mas isso é o seu ego te pedindo, te implorando para continuar sentindo prazer. No entanto, você pode cair nesta armadilha, mas logo percebe que essa atividade não lhe traz mais prazer como antes. Pois você não tolera mais assistir brigas, chantagens, traições, vitimizações…

Eleve a sua vibração lendo livros de autoajuda, desenvolvimento pessoal ou espiritualidade, faça cursos, assista palestras, conheça pessoas que buscam esse mesmo propósito, assista filmes mais leves, medite, realize um trabalho que verdadeiramente ame.

Portanto, se você quer uma vida mais tranquila, saudável e feliz, é preciso se esforçar, deixar de fazer tantas coisas que não te levam a lugar nenhum, ter paciência, determinação e força de vontade para poder desfrutar daquilo que a sua alma merece. 

Paula Teshima

+ artigos

Escritora, Terapeuta Holística, Especialista na Espiritualidade dos Animais, Mestre em Reiki e Karuna Ki, Espiritualista Universalista há mais de 7 anos. Autora de 4 livros na área da Espiritualidade e Desenvolvimento Pessoal. Ama os animais, a natureza e práticas meditativas.