por Aline Carnicelli

Conselhos para uma vida inteira - Parte 2

Espero que a história que vou contar aqui sirva de reflexão para vocês.

Era uma noite de lua cheia e eu caminhava tranquilamente no cemitério, refletindo sobre um trabalho que havia feito em conjunto com um outro guardião que não revelarei o nome, quando ouvi alguém chamar meu nome.

Sentei ao pé de uma árvore para ouvir aquele desabafo, era uma moça que dizia aos prantos: "Não sei o que está acontecendo Sr. Capa, eu sinto um vazio muito grande aqui dentro, parece que alguém arrancou tudo o que existia em mim, me ajuda por favor"

Me aproximei dela e dei uma gargalhada em seu ouvido, ela se assustou, nunca havia me escutado, vivia tão fechada no mundo de tristeza e mágoas que ela mesmo criou, que eu nunca consegui abertura para falar, mas dessa vez foi diferente: “Moça, fui eu quem arrancou tudo de você e por vezes meu trabalho foi em vão, pois a medida que eu tirava tudo você colocava tudo de volta, trabalhei muito pra conseguir tirar essa carga de você, e se você se sente vazia é porque finalmente consegui limpar seu coração e agora é hora de encher esse coração com coisas boas e positivas. Você assim como tantos outros não está acostumada a ser livre, não está acostumada a ser leve, o vazio moça te dá a possibilidade de preencher o espaço com aquilo que você quiser".

Ela estava incrédula, não acreditava naquilo que ouvia, ela mal tinha coragem de levantar o rosto com medo que eu estivesse ali parado na frente dela e ouvia a tudo calada:
"Vamos dona moça, levante essa cabeça, enfrente a vida, encha esse espaço vazio com amor, não queira mais aquela bagagem negativa aquilo é lixo e pesa".

Ela ainda com a cabeça baixa levantou os olhos na minha direção, ela não me via, simplesmente sentia que eu estava ali: "Mas Sr. Capa, eu não sei voar, eu não sei amar, eu não sei nem por onde começar".

"Moça, você sabe que não sou eu que tenho que lhe dar essa resposta, essa resposta está dentro de você. É somente aí dentro que você vai encontrar o amor e aprender a amar, é somente aí dentro que você vai encontrar suas asas para então aprender a voar, eu vou estar sempre aqui lhe auxiliando como for preciso, mas a resposta é você quem vai buscar, só te peço uma coisa, deixe o lixo para trás, você ainda vai encontrar muito lixo nessa vida mas você não precisa carregá-lo, e não espere nada de ninguém dona moça muito menos de mim. HAHAHAHAHA".

Antes que ela pudesse responder qualquer coisa voltei para o cemitério e me sentei no pé daquela mesma árvore e lá eu fiquei até o meu próximo trabalho.

Sei minha fia que você está curiosa e enciumada querendo saber de onde essa moça me conhece, mas essa é uma outra história.
 
HAHAHAHA
 
Boa Noite minha fia.

Confira também: Parte 1 • Parte 2

Aline Carnicelli

+ artigos

Formada em comunicação social, começou a se interessar por espiritualidade ainda muito nova. Hoje tem um espaço esotérico onde trabalha como terapeuta holística.
É mestre de reiki, consultora feng shui e dirigente espiritual de um templo de umbanda.