por Selma Godoy

Elegância e classe a toda prova!

Nos dias de hoje falar em dietas alimentares, planos de treino e suplementação faz parte do dia a dia de pessoas de todas as idades. A preocupação com a saúde e a boa forma é muito comum e imprescindível. Mas, para isso, existem condições variadas para que alguns cheguem lá e outros nem tanto. Empenho, disciplina, condições de viabilizar e conciliar com a rotina diária. Alguns meios que de “orelhada”, outros bem orientados, além das diferenças de disposições fisiológicas e biotipos.

Apesar da velha frase: “As aparências enganam!”, a beleza e a boa disposição revelam conquistas exteriores que foram possibilitadas interiormente. A boa apresentação e comunicação e a elegância são características de uma pessoa bem resolvida. O refinamento desenvolvido pelo trabalho interior, embora não seja tão popular quanto o culto à forma, traz resultados em carisma e inteligência, que as práticas corporais complementarão.      

Da mesma forma que para se conseguir um corpo esbelto, para se tornar equilibrada e “classuda” é aconselhável que tenhamos um bom projeto. Este projeto envolverá várias estratégias e práticas diárias.

Aqui também há particularidades: nosso temperamento, nossos instintos, nossa alma tem arbítrios próprios e precisamos desenvolver a sensibilidade e estar atentos a todos eles.
Vamos então às práticas que mencionamos:

1. Observação do que você tem vontade de comer e o que te faz bem, o quanto de sal, o quanto de açúcar, o quanto de água, mais ou menos fibras e etc. Ir à mesa com calma para eliminar as compulsões.

2. Qual o seu ritmo mais conveniente no dia a dia. Procure fazer as coisas sem pressa, uma coisa de cada vez com atenção. A calma e o equilíbrio devem ser impostos e acabam causando melhor produtividade.

3. Procure escolher com clareza o tipo de pessoa e conversa que traz bem-estar. Comece a se fazer a pergunta: Que resultado isto me traz? Vale a pena investir meu tempo neste papo?

4. Não procure ser tão simpática e nem ter respostas tão prontas. Quanto menos opiniões e menos explicações, mais lucidez e ordem interna.

Preste atenção! Experimente exercitar estas posturas sem exigir que você tenha ótimos resultados de início. Tenha paciência e carinho com você. 

Para facilitar seria bacana se você parasse durante, no mínimo, dez minutos por dia e ficasse absolutamente quieta só observando o que passa na sua mente. É uma prática de meditação comum que embora possa parecer inócua, traz inúmeros benefícios.  

Seja dedicado a esta proposta e terá com a persistência frutos que o surpreenderão, em forma, percepção e clareza. Todos precisamos saber onde pisamos e ter ações mais imediatas, sabendo marcar nosso território com classe!

Selma Godoy

+ artigos

Terapeuta de Aconselhamento. 20 anos pesquisando Espiritualidade, Comportamento e Psicologia.