por Erickson Rosa

Libertando-se do ciclo da infelicidade

Falamos tanto sobre dores e problemas em nossa vida, que esquecemos de debater um assunto tão importante quanto a felicidade. Sabemos que é importante para a vida sermos felizes, até mesmo porque uma de nossas missões é essa. Contudo, mesmo compreendendo a importância da felicidade entramos em um ciclo de infelicidade. Parece que nada dá certo e logo nos desmotivamos com o caminho que escolhemos.

Talvez você já tenha se sentido assim como eu. Eu busquei na espiritualidade e na compreensão interior uma fuga para minha infelicidade, mas apesar de encontrar muito sobre mim mesmo, acontecimentos negativos e reveses continuavam a entrar em minha vida. Não conseguia entender porque mesmo buscando a espiritualidade as coisas não estavam dando certo para mim. Estava preso em um ciclo de infelicidade e tristeza. Quanto mais lutava para sair da situação, mais coisas negativas ocorriam. A fúria, frustração e medo faziam parte do meu cotidiano.

Contudo, quando trabalhamos a nossa parte espiritual, aos poucos nossa mente vai eliminando as crenças que nos limitam, passamos a enxergar a vida de maneira diferente do que a víamos antes. Essa nova postura mental permite que você adquira um conhecimento que o liberta desse ciclo de infelicidade, trazendo até a sua vida a felicidade.

Quero ensinar esse conhecimento que levei tanto tempo para aprender e que iria adorar se alguém tivesse me ensinado há alguns anos atrás. Teria me ajudado a entender o quanto uma postura mental limita nossa forma de ver e agir perante as situações de nossa vida.

O conhecimento é que os problemas de nossa vida possuem a finalidade de nos ensinar valiosas lições. Parece simples, porém entender esse conhecimento e assimilar como prática de nossa vida requer muito desapego e busca interior. Entender que cada situação difícil serve como aprendizado e que são importantes para formação de nosso ser, não é uma das tarefas mais fáceis de realizar. Isso porque tendemos a culpar algo ou alguém pelos acontecimentos negativos em nossa vida. Chegamos ao ponto de culparmos a nós mesmos pelos erros que cometemos, sem entender que os erros servem para adquirirmos sabedoria.

Quanto mais culpamos o mundo, a sociedade, o governo, os familiares, ou quem quer que seja pelos nossos infortúnios, mais estaremos nos negando a possibilidade de aprendermos com os próprios erros que cometemos. Quanto mais negarmos o aprendizado, mais dor e sofrimento atraímos, até que aprendamos com a situação.

Culpar algo ou alguém é tirar de suas mãos a possibilidade de mudança. É entregar nas mãos do outro a chave para sua felicidade. Da mesma forma se culpar não trará a você nenhum benefício, pois a culpa apenas aprisiona aquele que a sente.

Sugiro trocarmos a palavra culpa pela palavra responsabilidade. Somos responsáveis por tudo que ocorre em nossa vida. Entender que cada situação serve para aprendermos a ter uma nova postura perante as situações em nossa vida é essencial para escaparmos do ciclo de infelicidade.

Somente quando aprendemos as lições que as situações nos trazem é que podemos sublimá-las. Enquanto não entendermos essa importante lição, continuaremos vítimas das circunstâncias, culparemos a tudo e a todos, sem entender que essa postura gera mais dor e atrai mais situações adversas para que você compreenda que deve mudar.

A infelicidade, a dor e o sofrimento são professores que nos mostram que é chegado o momento de mudar. Afinal, como saberíamos o que é felicidade se não conhecêssemos a infelicidade?

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.