por Erickson Rosa

Mudar por quem?

Einstein dizia que a maior loucura que um ser humano pode cometer é querer resultados diferentes fazendo sempre as mesmas ações. Essa afirmação nos monstra que mudar é imprescindível a qualquer pessoa que deseja modificar a sua vida.

Mesmo sendo bem óbvia essa afirmação cometemos, constantemente, o erro de querer mudar os resultados e não o que os gerou. Parece ilógico, mas é o que normalmente fazemos. Se temos atrito com alguma pessoa esperamos que ela mude para que o problema suma, se estamos com problemas financeiros culpamos nossa sorte ou então o governo.

Temos que aprender o método "PSAR": Pensamentos geram sentimentos, que geram ações, que geram resultados. No frigir dos ovos seus pensamentos gerarão seus resultados. Se não mudamos nossos pensamentos, continuaremos vítimas dos resultados.

A mudança deve ocorrer, mas no âmbito certo, em nosso interior, em nossos pensamentos e atitudes. Enquanto não mudarmos nosso interior, continuaremos vivendo as mesmas situações. Você se muda para Paris, conhece pessoas novas, arruma um novo emprego, começa a frequentar novos lugares; no entanto, se pega vivendo as mesmas situações com pessoas e lugares diferentes. Isso ocorre porque seu pensamento não mudou.

Pensamentos geram sentimentos, que geram ações, que geram resultados

Sempre terá aqueles que dizem que é melhor sofrer em Paris do que sofrer no Brasil. Bem, para essas pessoas digo que é melhor não sofrer. Não precisamos estar sofrendo para vivenciar as coisas que a vida tem a oferecer. Você pode mudar a sua forma de ver a vida e ter outros resultados. Para mudar seus resultados, primeiro precisa mudar o que você pensa sobre eles. Se você pensa que eles são fatídicos, que existem culpados pelo que ocorre em sua vida, que você é uma vítima, então será difícil conseguir alguma mudança. Se você está a espera que o outro mude, que seu chefe mude, que seu marido mude, que o mundo mude para você ser feliz, então deixe-me lhe dar uma notícia: Você está retirando de suas mãos o poder de criar um novo resultado.

Quando responsabilizamos outros por nossos infortúnios e achamos que não devemos mudar, estamos fazendo as mesmas ações querendo ter outros resultados. Mais sábio seria avaliar quais os comportamentos e atitudes levaram você a ter esse resultado, pois se você foi capaz de gerá-lo, também será capaz de modificá-lo.

Quando assumimos nossa responsabilidade, não para culpar ou julgar, mas sim para aprender com nossas limitações e erros, mudamos a realidade não apenas nossa, mas também de quem está a nossa volta. Por isso é importante mudar nossos comportamentos negativos, nos conscientizarmos de cada ato e nos responsabilizarmos por toda e qualquer situação que ocorra em nossa vida. Se não fazemos isso por nós, devemos fazer por quem amamos, pois quem está feliz faz outros felizes e quem está sofrendo faz outros sofrerem.

Procure identificar quais pensamentos e atitudes suas geraram o resultado que hoje lhe incomoda. Verifique o que essa situação lhe traz como aprendizado, o que você amadureceu com isso e o que deve mudar para ter outro resultado. Assim entenderá um dos poderosos pressupostos da PNL: Não existem resultados negativos apenas feedbacks. 

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.