por Vanessa Mazza Furquim

Muito mais que apenas um homem

Já se foi o tempo dos estereótipos, quando um homem era apenas o provedor, aquele que defendia a família e não podia chorar, enquanto a mulher cuidava da casa, dos filhos e era a expressão maior dos sentimentos.

A cada ano que passa, vamos sentindo uma evolução na Humanidade, na forma como todas as pessoas se comportam e percebemos que ser homem ou ser mulher neste mundo, não é mais tão plano ou óbvio como costumava ser.

Os homens de hoje, por exemplo, estão tendo que lidar mais com seus sentimentos, entendendo que é saudável lidar com suas fraquezas, que ser bonito e se cuidar é uma qualidade e que deixar a casa limpa e preparar a própria comida é sinal de inteligência, principalmente porque o casamento deixou de ser uma obrigação e gerenciar uma casa não é mais nem privilégio ou obrigação das mulheres. Afinal, quantos pais solteiros não se viram com os compromissos de médicos, escola e casa, sem com isso perder sua masculinidade ou objetividade tão peculiares?

Mesmo assim, nenhum homem precisa ser solteiro para assumir este novo lado que o século XXI traz à tona. Por isso, se você, papai, estiver tentando se manter preso aos velhos padrões, se liberte! Veja como é desafiador acrescentar novas qualidades ao seu repertório; como você valoriza sua mulher quando a ajuda em casa ou com os filhos; como é mais admirado quando cuida da sua saúde, ao invés de temer mostrar suas carências ou preocupações.

Aproveite que agora as mulheres também são provedoras e que gerenciar um lar pode ser feito em parceria, sem sobrecarregar ninguém.

Enfim, perceba que cada vez mais homens e mulheres estão se tornando lados da mesma moeda. Mesmo que cada um carregue sua característica marcante, as diferenças estão ficando menos evidentes entre dois.

Desse modo, aprenda com as mulheres e permita que elas aprendam com você. Você não só estará passando um exemplo melhor aos seus filhos, como também abrirá as portas para se sentir mais feliz e completo. Ou seja, mais do que apenas o que um homem deveria ser. Feliz Dia dos Pais!

Vanessa Mazza Furquim

+ artigos

Taróloga há 19 anos, atua profissionalmente desde 2007, com uma abordagem holística e terapêutica, agregando outros conhecimentos como Numerologia, Astrologia, Feng Shui, Linguagem do Corpo e Psicologia para compreender o cliente em sua totalidade.