por Silvana Giudice

O ciúmes dos homens

Gente, independente de sexo, sente ciúmes e pode ter atitudes insanas, impetuosas, agressivas e destruidoras.

Mas quando se trata de violência, fica claro que é a mulher a mais prejudicada, agredida, espancada. E por que?

Porque uma mulher mais fraca fisicamente e indefesa, se depara com a irracionalidade, o egoísmo e a brutalidade de alguém que se prevalece da força para mostrar que tem poder sobre ela.

E falar que ciúmes é prova de amor! Que ironia!

A covardia masculina por ciúmes é algo preocupante e assola desmedidamente os noticiários nas tardes televisivas: "Marido agride e mata suposto amante", "Ex marido não aceitava o fim da relação e esquartejou a mulher".... Aonde vamos parar?

E quantas vezes a mente é algo que nos trai. Quantas vezes um terceiro habita somente no mundo imaginário?

Para o inseguro ciumento, nos seus delírios mais secretos sempre existe um terceiro mais bonito, mais viril e inteligente que ele.

Imaturos emocionalmente encarceram, humilham, amedrontam e intimidam na ânsia desesperada de se sentirem mais fortes.

O parceiro ter amigos, manifestar a vontade de visitar a mãe, participar de uma festinha no trabalho, ou até sorrir e brincar com uma criança ou um cachorro é motivo para despertar a fúria de seu algoz.

Cuidado com os sintomas dos ciumentos 

 

Mulheres!
É possível prever que um namorado se transforme amanhã nesta fera?

Talvez não! Algumas pessoas podem ter atitudes inesperadas, ter tendências doentias, delírios de psicopatia, mas determinadas atitudes já podem dar algum indício logo de cara.
No início da "ceninha de ciúmes" podem envaidecer a mulher e parecer prova de amor, “Que lindinho, ele me ama". Não se engane! Fique atenta aos próximos passos de seu amor.

Hoje estas cenas de filme romântico, podem se transformar numa tragédia amanhã pelos mesmos motivos. O amor cega, a carência afetiva engana, a baixa autoestima camufla e para não se sentir sozinha a mulher pode pegar o primeiro traste inseguro que aparece. A vida emite sinais, nós é que disfarçamos, nos enganamos, relevamos e vamos empurrando com a barriga.

Uma mulher que se valoriza, não está imune a atrair este tipo de homem, mas tem menos chance! Quando temos autoconfiança, sabemos demarcar nosso território e se ele ameaçar ir embora "você não vai se agarrar aos seus cabelos, nos seus pêlos, seu pijama, nos seus pés ao pé da cama", afinal isso é bonito só cantado na voz de Elis Regina, porque na vida real, esse amor não pega.

E você homem ciumento, amor de verdade é leve, é tranquilo. Confia no outro porque antes aprendeu a confiar em si mesmo.

Se teu amor te corrói por dentro e extravasa para fora em forma de agressão. Pare!

Você não merece viver assim.

Procure ajuda de um profissional, um conselheiro espiritual.
Não dê espaço para que amanhã você seja uma manchete nas páginas de um jornal.

Você merece ser amado…
Começando por si mesmo!

Silvana Giudice

+ artigos

Paulistana, formada em pedagogia e Terapias Holísticas. Trabalho com Tarô há mais de quinze anos. Acredito que é uma das ferramentas mais poderosas para a autoconsciência. Com o tarô você tem a chance de desenvolver suas próprias escolhas e jornada de vida. Eu leio e interpreto as cartas, mas é você quem escolhe seu destino ou vocação. O Tarô inspira, orienta, aconselha, abre novos horizontes e perspectivas diferentes para vários fatores da sua vida. Sejam questões profissionais, amorosas ou na realização pessoal.

Atendimentos, aconselhamentos e conversas via e-mail.