por Alana Morgana

O sangue menstrual e a conexão sagrada com a Deusa

Com a propagação da Bruxaria, principalmente da atual/antiga religião Wicca, o sangue menstrual passou a ser esclarecido e visto como sagrado. Lembro-me de uma colega de trabalho, anos atrás, que dizia “o menstruo é a vergonha da mulher”! Pode isso? Ou então, a vergonha imensa se a roupa ficar suja de menstruação. Atualmente, tem ido para as massas que a menstruação é sagrada, faz parte do sagrado feminino. Quando uma jovem menstrua, ela está passando para uma nova fase de sua vida, já pode ter filhos, ou seja, é uma nova etapa, uma passagem. Antigamente, celebrava-se com um rito de passagem, assim como fazem com os aniversários hoje em dia. Os aniversários são ritos de passagem.

Precisamos, nos dias de hoje, mostrar para as meninas o valor e a importância da menstruação, tanto fisiologicamente, como socialmente, em vez de dizer que é vergonhoso. Infelizmente, com o patriarcado que é infinitamente castrador com as mulheres, colocando como segundo plano e passando por infinitas humilhações, a mulher passou a se sentir desvalorizada e humilhada, se vendo como um ser inferior ao homem. Com a doutrina judaico-cristã, que coloca a mulher subjugada ao homem, muitas mulheres agem e tomam atitudes patriarcais, dando razão aos homens e desprezando o seu próprio sexo. Quem se lembra de “prendam suas cabritas que o meu cabrito está solto” ou “ele é homem, então pode”, “mulher tem que obedecer ao marido”, “a moça tem que casar virgem, seladinha”, “mulher que bebe em bar é piranha” e assim por diante, infelizmente. Ah, esqueci, matar ou punir a mulher por traição, não dá prisão ou então o acusado é rapidamente solto, além de espancamentos.

A menstruação era oferecida às Deusas em um pequeno cântaro e as Sacerdotisas wiccanas fazem isso. As mulheres que não menstruam mais, ofertam à Deusa vinho e mel como representação de sua sagrada menstruação. Ela não está suja porque está menstruada, ela pode tocar os objetos e pode tocar os homens. Há religiões que não podem tocar os homens, porque a mulher é impura! Menstruada então, piorou!

Mulheres, vamos nos unir em defesa de nós mesmas! Cuidemos e orientemos as nossas filhas e netas, com o Amor a nossa existência, defendendo as mulheres humilhadas, mostrando o sagrado em nós mesmas. Sem menstruação, não há maternidade. Mesmo as mulheres que não menstruam mais, vão orientar as jovens e as mulheres com pouca visão, ou seja, conhecimento e reconhecimento de seus valores e direitos.

Quer agradar a Deusa? Compre um jarrinho de barro ou de cerâmica e quando menstruar, coloque um pouco para Ela e diga suspendendo o jarrinho:

“Mãe! Grande Senhora da Lua Cheia! A Ti oferto o meu menstruo! Que eu esteja Uma com Ti. Me dê sua bênção e proteção!”.

 

Pronto! Se quiser colocar ao lado uma vela branca ou prateada, será o ideal. Tem que ter tampa. Pode desenhar uma espiral, uma triluna ou um desenho que represente a Deusa. Ela É a Mãe! Criadora de tudo que existe na terra e nos céus. Ela nos pariu assim como o Universo na grande explosão!

Que o nosso sangue menstrual nos una nesta caminhada de energia, poder e vigor! Blessed Be! 

Alana Morgana

+ artigos

Alana Morgana, Matriarca e Suma Sacerdotisa da Tradição Athena Pronaia-Coven Corujas Lunares, Taróloga, Cartomante e Terapeuta Holística. Fundadora da Escola de Artes Mágikas Alana Morgana (desde 1984).