por Erickson Rosa

Os 5 venenos da mente que impedem a felicidade

Começo esse texto dizendo que você não precisa buscar a felicidade. Seria insensato buscar algo que já existe dentro de você. A felicidade está dentro de nós, como uma semente que precisa ser regada e cuidada, para desabrochar.
Então, por que muitos ainda a procuram? Essas pessoas estão equivocadas, acreditando que a felicidade está fora. Buscam algo que já possuem porque estão cegos pela falta de conhecimento de onde está esse sentimento.

O que as impede de conseguir enxergar são os pensamentos tumultuados, que iludidos pelos venenos da mente, se fixam em coisas, como se aquilo pudesse trazer felicidade. Vou apresentar os 5 venenos da mente para te ajudar a encontrar esse sentimento que reside dentro de você:

1 - Raiva ou ódio:

Esse veneno cega nossa mente e impede que sejamos compassivos. Não conseguimos olhar a visão do outro e nem nos colocarmos no lugar daquela pessoa. Isso produz infelicidade, pois reagimos com um sentimento de vingança e de revolta. 

A felicidade não abrange a raiva ou o ódio, mas sim a compaixão e a vontade de beneficiar o outro. Quando a pessoa se coloca no lugar daquele que a irrita, consegue entender que a visão de raiva está equivocada e que isso apenas produz tristeza e sofrimento. A mente precisa estar estável e não ser carregada por sentimentos nocivos. Quem sente raiva o tempo inteiro acaba por sentir raiva de si mesmo, pois essa energia negativa contamina o seu interior e obscurece a própria felicidade.

2 - Orgulho ou ego:

Aqui temos um dos grandes venenos que atrapalham nossas relações. O ego é um dos principais responsáveis pela nossa infelicidade.

A pessoa que é centrada demais em seu ego luta a todo instante para protegê-lo. Se algo vai de encontro às certezas do “eu”, sua luta para protegê-lo torna-se intensa e desgastante. Isso gera orgulho e uma fixação na defesa do ego. Quando nos desapegamos do “eu”, podemos evoluir. Você não luta por coisas pequenas, mas sim por um ser maior. Sejamos maiores que nosso ego e nosso orgulho.

3 - Desejo:

O fato de criarmos expectativas quanto a nossas ações gera sofrimento e angústia, quando essas expectativas são frustradas. O desejo é um dos mais poderosos venenos, pois se disfarça de felicidade. Quem projeta sua felicidade em coisas, ou pessoas, acaba caindo nessa armadilha. 

Se a pessoa acha que será feliz quando atingir algo, ou quando conseguir tal situação em sua vida, está ao mesmo tempo se colocando em infelicidade. Porque caso não consiga, terá tristeza e sofrimento. Esse desejo de ser feliz gera mais angústia, pois a felicidade está condicionada as situações. A verdadeira felicidade é livre de tal condicionamento, ela reside em nossa quietude e paz interior, independente de atingir objetivos ou metas. 

4 - Inveja:

Esse veneno possui duas poderosas armadilhas que minam a sua visão da felicidade. A primeira é acreditar que o outro possui menos méritos que você, e que para você ganhar, outra pessoa deve perder. A segunda armadilha é vincular sua felicidade, mais uma vez, a coisas externas. A felicidade independe dos movimentos externos do mundo. Ela está vinculada a sua capacidade de observar os fatos com um olhar de amor e quietude, compreendendo que sua visão cria as interpretações de cada situação. Quando aprendemos a ter esse olhar, os problemas desaparecem, pois somos maiores que eles.
A maioria dos problemas está vinculada ao ego. Se somos maiores que o “eu”, somos maiores que nossos problemas.

5 - Ignorância:

A falta de conhecimento gera a infelicidade. Podemos dizer que esse veneno é o principal causador de todos os outros venenos. A ignorância refere-se a não compreender que a felicidade é um aspecto interno e que são nossas interpretações da realidade as causadoras de nossa infelicidade. 

No documentário Happy, buscaram encontrar o verdadeiro motivo da felicidade e o que foi encontrado é que nem de longe ela está nos aspectos externos, mas na interpretação que damos ao mundo. Antigamente, acreditava-se que absorvíamos muitas informações da realidade, mas hoje se sabe que absorvemos muito pouco e damos muito significado. Isso mostra que vivemos de acordo com nossas crenças e visões de mundo.
Para combatermos esses venenos, precisamos de lucidez e de consciência de nossas emoções e pensamentos, compreendendo que é de dentro que vem a felicidade e não de fora. Pare de buscar esse sentimento em coisas externas e volte-se para o único lugar em que você poderá encontrá-lo: seu interior. 

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.