por Jefferson L. Orlando

Qual o papel da doença para nós seres humanos?

Ao longo desses últimos anos, recebo alguns contatos com dúvidas sobre uma série de assuntos e acabo respondendo todos conciliando com meu dia a dia. Recentemente recebi uma mensagem de uma pessoa que falava sobre sua vida nos últimos anos e como estava difícil conviver com a fibromialgia que já a acompanha há tempos.

Resumindo, vou colocar somente as quatro perguntas que ela me fez, preservando seu depoimento/identidade.

Resolvi escrever um texto que fala sobre o papel da doença na vida de uma pessoa decorrente destes últimos anos que venho estudando vários casos clínicos através da Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica (Método ABPR – Conduzida pelos Mentores Espirituais), Magia Divina e orientações dos Mentores Espirituais.

Perguntas que originaram este texto:

1 - Será que preciso continuar com essas dores da fibromialgia para poder realizar a minha jornada aqui?

2 - Ela faz parte da minha caminhada?

3 - Seria errado eu querer me livrar dela?

4 - Mas ao mesmo tempo tenho tomado tanto remédio, atualmente não consigo ficar sem?

Segue texto abaixo de como eu vejo o papel da doença e seus efeitos na vida do ser humano (espírito encarnado).

De forma geral ninguém precisa conviver com as suas dores decorrentes de suas doenças, porém para outros casos, elas são necessárias. Há doenças atuais em que seus efeitos colaterais/dores não podem ser eliminados pela ciência/medicina moderna, já outras são possíveis. Mas neste caso o sentido deste texto é mais profundo.

Com os efeitos das dores geradas pelas doenças, quais sejam elas em todos nós, elas acabam despertando emoções, sentimentos e principalmente pensamentos. Cada pessoa irá reagir/agir de uma forma. Através das infinitas leis divinas, até mesmo uma doença tem seu papel edificante/reformatório para nós seres humanos (espíritos em evolução encaixado mais uma vez no corpo).

Para quem esta doente, a doença desperta emoções e sentimentos... e principalmente pensamentos.

Para uma pessoa que está doente, a mesma pode através da doença despertar para um novo estado de consciência e energia, então a mesma desaparece e o individuo alcança a cura. Já para uma outra pessoa, ela pode precisar passar por uma determinada doença, pois será através de seus efeitos que emoções, sentimentos e pensamentos serão despertados e então terão que ser trabalhados nesta encarnação. Agora se ela não conseguir entender o que a vida está mostrando, é muito possível que ela tenha que viver/conviver com a determinada doença por um longo período, dependendo do caso até mesmo por uma vida inteira ou infelizmente vir a desencarnar por consequência da mesma.

Para outros casos, pessoas precisaram encarar algum tipo de doença ao longo de sua vida, pois a mesma já está certa que irá despertar de qualquer forma nesta encarnação, decorrente de reações cármicas de encarnações passadas (já estava incluso no pacote antes de descer). Essa talvez seja uma de suas maiores provas nesta encarnação.

Ainda há outras doenças que serão adquiridas aqui mesmo nesta encarnação, sem estarem ligadas diretamente a pendências de encarnatórias passadas, simplesmente faz parte do ciclo da vida quando se está encarnado. Reencarnou então tudo pode acontecer, coisas boas e coisas ruins. Isso eu chamo de coisas da Terra.

Às vezes é possível alcançar a cura, às vezes não!

É importante lembrar que ainda o fator mais importante é a pessoa querer melhorar, acreditar/saber que merece a cura, movimentar-se, caso contrário, não há tratamento que resolva, tanto medicamento como energético ou espiritual.

Essa é a lei, você quer, você consegue, você não quer, então você não consegue. Simples assim.

É tudo uma questão de estado de consciência e para isso o tempo é fundamental! É importante frisar que cada um tem o seu (isso não é conversa, é um fato).

Você mesmo pode se questionar: “Será que eu mereço/preciso passar por isso ou aquilo?”, “Será que eu mereço/preciso conviver com aquilo por qual tempo for?”. São perguntas e reflexões sinceras e verdadeiras como estas e, tantas outras, que precisam ser feitas/praticadas todos os dias até que aconteça um crescimento significativo em seu autoconhecimento.

Quando isso ocorrer, você saberá que já está um passo adiante e então chegou seu momento. A origem de tudo começa no espírito, depois vai para a mente, sentimentos, emoções e por último, no estágio mais grosso, o corpo. É de dentro para fora.

Veja verdadeiramente como andam as coisas ai dentro, pois seu corpo está falando a todo o momento. É muito provável que tenha sido você que não parou para se observar.

Sobre esse assunto há muito mais a ser dito, mas fica para outra oportunidade.

Jefferson L. Orlando

+ artigos

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Palestrante, Ministrante, Escritor, Apresentador do Programa Sol do Everest (Canal YouTube), Outorgado pela Magia Divina, Projetor Extrafísico e Espiritualista. Reside e atende em São Paulo/Capital com a Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica e Bioenergético Anímico-Mediúnico através da Magia Divina.