por Silvana Giudice

Tarô – Um misticismo barato?

Infelizmente no Brasil existe um misticismo "barato" e uma crença errônea em torno do Tarô. Quem lê as cartas é adivinho? Ouve vozes? Vê espíritos? 

Primeiro vamos entender esta bagunça que os leigos imaginam e vamos separar os departamentos. 

Tem gente que adivinha o futuro e nem precisa de cartas isso é bem verdade, mas isso não é Tarô. Tem gente que faz trabalho, amarração para o amor, promete trazer seu amor de volta, o emprego dos teus sonhos, afastar quem atravessa o teu caminho, mas isso não é Tarô. 

Esse meio tem charlatão, safado, oportunista e mentiroso? Está cheio, não só nesse meio, mas em todas as profissões, sabe por que? Porque tem pessoas desonestas que tiram proveito das demais, e não precisam ser tarólogos, podem ser dentistas, médicos, policiais  engenheiros, políticos…

Eu pessoalmente estudei o Tarô e posso afirmar que seu estudo é extenso, profundo e revelador. O Tarô exige de você dedicação, observação e principalmente autoanálise. Agora, que tem gente que faz um cursinho por aí e sai lendo e tentando adivinhar a sua vida, ah, isso tem sim!

Agora, quando você precisa de um advogado não procura saber quem ele é? Quando está com um problema de saúde, marca consulta com o primeiro médico que vê pela frente? Não né?

O Tarô é sabedoria, é orientação e nos ensina a ter honestidade emocional. Aprendemos que com honestidade emocional podemos nos tornar mais aptos a viver a vida e a fazer escolhas positivas, em vez de deixá-las passar em brancas nuvens.

O Tarô é composto de 22 cartas chamadas Arcanos Maiores, mais os quatro naipes de 14 cartas chamadas Arcanos menores. Os 22 Arcanos maiores representam qualidades arquetípicas profundas que permeiam a humanidade, coletivamente e no nível individual. Essas qualidades são representadas por personagens como o Imperador, a Sacerdotisa, por várias forças cósmicas, tais como o Sol, a lua a Estrela, e por estruturas tais como a Torre, a Roda da Fortuna, o Carro. Os 56 Arcanos menores representam eventos, pessoas, comportamentos, ideias e atividades que acontecem em nossa vida.

O Tarô propicia um caminho instantâneo e direto para compreender os ritmos que atuam em nossa vida, mas como tudo na vida, você que escolhe o rumo que dará às informações que ele lhe fornecerá.

"Faze o que tu queres, há de ser tudo da Lei", Thelema.

Silvana Giudice

+ artigos

Paulistana, formada em pedagogia e Terapias Holísticas. Trabalho com Tarô há mais de quinze anos. Acredito que é uma das ferramentas mais poderosas para a autoconsciência. Com o tarô você tem a chance de desenvolver suas próprias escolhas e jornada de vida. Eu leio e interpreto as cartas, mas é você quem escolhe seu destino ou vocação. O Tarô inspira, orienta, aconselha, abre novos horizontes e perspectivas diferentes para vários fatores da sua vida. Sejam questões profissionais, amorosas ou na realização pessoal.

Atendimentos, aconselhamentos e conversas via e-mail.