por Silvana Giudice

Terapia do sonho dirigido: técnicas

Algumas explicações importantes:

O uso medicinal da visualização está presente há séculos em muitas culturas ao redor do mundo (Tibet, Índia, Africa, entre os esquimós e os índios americanos) e, em alguns casos, há milênios.

No Ocidente, enquanto a prática medicinal se expandia de sua antiga fonte no Egito e durante os tempos bíblicos, a visualização era uma técnica essencial e, algumas vezes, o próprio tratamento para os males físicos. Isso começou a mudar em meados do século XVII, quando a ciência natural e o pensamento médico moderno passaram a predominar. (Dr Gerald Epstein)

A Visualização é uma técnica que permite eliminar pensamentos daninhos antigos e negativos e substituí-los por pensamentos novos e fecundos.

O trabalho de Visualização permite usar as imagens criadas para mudar as emoções e as sensações.

Quando mudamos nossos pensamentos, mudamos as emoções associadas e ela e consequentemente a nossa REALIDADE FÍSICA. Quando pensamos, criamos um campo de energia- (uma espécie de holograma) Ou seja, formamos uma imagem em ação, como um filme. Neste processo estamos construindo um campo de energia, que irá atrair o que foi visualizado. (Física Quântica)

Repetição das Imagens - Durante 21 dias

Por que?

Pesquisadores nos laboratórios de Psicologia da Universidade do Texas em Austin, descobriram que o ser humano demora 21 dias para perder um hábito. Entretanto, isso pode variar, ou seja alguns poderão alcançar o seu objetivo antes do prazo prescrito e outros casos crônicos , poderão necessitar de um ciclo extra.


Duração das Imagens - 1 minuto e meio

Pesquisas também apontam este tempo para a ativação, ou para que a reação se processe. Entretanto não precisa exceder esse tempo. A regra de ouro da terapia com Imagens é que menos é mais. Quanto mais curta for a visualização mais poderosa ela é. Entretanto o importante é que ela companhe as sensações. Assim que tiver uma, é sinal que a visualização já cumpriu a sua tarefa.

Tendemos a achar que quanto maior o esforço maior o resultado, mas na visualização acontece o oposto. A cura por imagens utiliza ganchos-sementes, digamos assim- para estimular reações intensas. Portanto SINTA realmente, que o seu corpo participa intensamente de todo o processo. Veja, ouça, cheire, saboreie...abuse de todos os seus sentidos.


Intenção

A visualização está diretamente ligada a intenção, que é a ação mental que direciona nossa atenção e rege nossas ações. Ex: Se você liga a TV, é porque tem a intenção de assistir a ela.

Quando iniciar o exercício diga a si mesmo  "Estou fazendo este exercício para... curar um relacionamento, manter a calma, fortalecer os meus ossos..." Experimente pensar nisso como uma espécie de programa de computação, só que para a sua mente, de modo a fazê-la concentrar-se apenas no processo em que está trabalhando.

Posição

Sentada, de preferência - coluna ereta.

Por que não deitada?

Porque pode induzir ao relaxamento e ao sono - o que não é o objetivo deste trabalho.

Respiração

Comece inspirando de forma normal, e expirando de forma longa e lenta. Faça isso umas dez vezes.

Silvana Giudice

+ artigos

Paulistana, formada em pedagogia e Terapias Holísticas. Trabalho com Tarô há mais de quinze anos. Acredito que é uma das ferramentas mais poderosas para a autoconsciência. Com o tarô você tem a chance de desenvolver suas próprias escolhas e jornada de vida. Eu leio e interpreto as cartas, mas é você quem escolhe seu destino ou vocação. O Tarô inspira, orienta, aconselha, abre novos horizontes e perspectivas diferentes para vários fatores da sua vida. Sejam questões profissionais, amorosas ou na realização pessoal.

Atendimentos, aconselhamentos e conversas via e-mail.