por Andrea Pavlovitsch

Você é único

Em tempos narcísicos, é até perigoso dizer isso. Mas, por mais que algumas pessoas usem isso para o lado negro, ainda é verdade. Você é único porque é você.

Decidi adotar esse lema no meu ano de 2017 (se você ainda não tem o seu, sugiro que pense em algo). O lema é algo que você sabe que precisa trabalhar e entender em você. Não fui criada numa redoma de vidro, fui criada com mais duas irmãs, sempre iguais. Brinquedos para todas, bronca pra todas e com aquela velha frase “você não é todo mundo” usada só quando interessava. Pois bem, pai e mãe, finalmente entendi.

O problema é não entendermos o que temos de diferente do resto. É equipararmos as nossas capacidades e as nossas coisas “especiais” a todo mundo. Você faz um trabalho, vamos supor que saiba fazer um bom crochê, e acha que ninguém vai pagar por aquilo afinal “foi tão fácil”, né? Não, não é. É difícil, valorize o que você é.

Isso vale para tudo. Vale para aquele medo irracional de ser “trocada por outra” num relacionamento ou numa empresa. Aquela sensação de que “poderia ser qualquer um” fazendo isso. Não, não poderia. Poderia ser, se fosse outra coisa, diferente. Até o mesmo trabalho, mas de uma maneira diferente. Você tem uma visão que é sempre só sua. Atrás dos seus olhos, só passam as suas sensações e é isso que precisamos valorizar em nós.

Imagine quantas fotos lindas você já tirou com a sua mente. Imagine todas as suas histórias sendo contadas num livro ou num filme. Imagine todas as coisas que só você gosta dentro de uma sala, de um círculo sagrado. Imagine todo o amor que você é capaz de dar. Você é único!

Uma mãe única. Um pai único. Um marido ou esposa únicos. E, por mais que queiram enfiar nas nossas cabeças que precisamos ser iguais a todo mundo, ter e ser o que todo mundo é, nos equiparar, correr para vencer e chegar “lá”, é mentira. O que você é já existe. E tem gente por aí que só de pensar em você já sorri, já fica feliz. Mesmo que seja a sua mãe ou o moço que ajuda no embrulho no mercadinho. Você nunca sabe.

Valorize o que você é e seja único. A única versão de si mesmo. O filme mais visto, mais aclamado pela crítica. Sempre dá para mudar uma coisa ou outra, mas existe o seu eu lá dentro. Aquilo que você precisa amar em você para ser amado pelos outros. O que os outros amam em você é a sua exclusividade. Valorize isso!

Andrea Pavlovitsch

+ artigos

Terapeuta porque adora ajudar as pessoas a se entenderem. Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte. Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele.