por Renata Nanô Sottero

O tarô egípcio e o processo de desenvolvimento humano

O conceito de Desenvolvimento Humano se baseia nas pessoas e na ampliação do seu bem-estar, ou seja, na prosperidade tanto no sentido material quanto imaterial (espiritual, relacional, individual). O Desenvolvimento Humano considera a quantidade de opções que as pessoas têm em seu próprio meio para que cada uma exerça, na plenitude, seu potencial, isto é: de ser ou fazer o que deseja ser ou fazer. Diferentemente da perspectiva do crescimento econômico, que vê o bem-estar de uma sociedade apenas pelos recursos ou pela renda, o desenvolvimento humano considera que a renda e a riqueza sejam apenas meios para que as pessoas possam viver a vida que desejam.

Sem entrar no âmbito da definição de felicidade, gostaria de chamar a atenção para a essa tal busca da felicidade. Hoje em dia, as pessoas estão tão desconectadas da sua essência que acabam buscando a felicidade no que está fora, no material ou nas outras pessoas. Cada vez mais pessoas são afetadas por doenças de fundo emocional decorrentes dessa falta de conexão com algo maior e pela falta de propósito. Em consequência disso, nossos corpos (físico, mental, espiritual etc.) acabam em desequilíbrio e, para sanar esses desequilíbrios, muitas pessoas recorrem a psicoterapias e terapias alternativas como florais, reiki, aromas e também aos oráculos para saberem o que futuro lhes reserva ou mesmo entender o que está acontecendo no presente.

Dentre os tantos oráculos que existem, abordo o Tarô Egípcio e a forma como ele serve ao processo de desenvolvimento humano. O tarô é um oráculo composto por 78 cartas, ou lâminas, divididas em 22 arcanos maiores (trunfos) e 56 arcanos menores normalmente divididos em naipes: Paus, Ouros, Espadas e Copas. São muitas as especulações sobre a origem do tarô, mas uma delas é que tenha sua origem nos primórdios da humanidade no Egito e que seria originário do “Livro de Thot”, a chave de toda a sabedoria do Antigo Egito. Thot é o deus da sabedoria, da escrita e da magia e é representado por um homem com cabeça de Íbis. Dessa mesma linha de origem, vem o significado de tarô como caminho real.

O Tarô, embora para muitos, tenha um caráter divinatório e especulativo, não é um mero método de prever o futuro, há um conteúdo muito maior: a possibilidade de encontrar a relação entre o Homem e o Universo. Os arcanos do tarô contêm todos os arquétipos da vida humana registrados no que Jung chamou de grande inconsciente coletivo.

O Tarô Egípcio é baseado na mitologia egípcia. A principal diferença entre o Tarô egípcio e os outros tarôs, ou mesmo o baralho cigano, está nos arcanos menores, pois não existem os naipes explícitos, mas sim a simbologia da hierarquia da sociedade egípcia. As cartas do Tarô Egípcio são riquíssimas em detalhes que se expressam através de três planos, representando a ação no mundo físico, emocional e espiritual da pessoa (consulente).

Cada plano oferece diversos recursos para a leitura através dos significados astrológicos, da numerologia, das letras hebraicas, do significado das cores e de outros símbolos nele contidos que, associados às várias combinações das cartas, fornecem informações importantes em vários setores de sua vida. Nos arcanos maiores, por exemplo, a parte superior indica o Plano Mental ou Espiritual e reflete o “Mundo das Causas”. À esquerda, há um hieróglifo; no centro, o selo do planeta e, à direita, um alfabeto mágico.

A parte central representa o Plano astral ou emocional: “Mundo das Causas em Formação”. A parte inferior, por exemplo, representa o plano físico ou material “Mundo das Causas Materializadas”. Nessa parte, há o símbolo do planeta e o signo zodiacal correspondente. Há também as águas da vida, que podem indicar se uma situação está ligada ao futuro (direita), passado (esquerda), presente (verticais) ou estagnada para movimento (horizontais).

Nas lâminas, vemos também planetas e signos do zodíaco. A astrologia representava um papel muito importante no Antigo Egito. Dessa maneira, o plano espiritual corresponde às influências dos planetas, o plano astral é o encontro dos planetas e signos e o planos físico, a influência dos signos. As cores também têm significado nos três planos. Por exemplo: 

  • Rosa: amor, energia afetiva, motivação 

  • Violeta: espiritualidade 

  • Cinza: baixa energética, situação cármica em evolução 

  • Laranja: concretiza objetivos, realização 

  • Amarelo: sabedoria, imaginação, liderança

Os aspectos sagrado e terapêutico se unem para dar respostas concretas para a tomada de decisões.

O Tarô Egípcio mostra possibilidades, tendências e opções de caminhos para que a pessoa possa, através de seu livre-arbítrio, sintonizar-se com o Universo e agir de forma positiva em suas decisões, redefinindo os rumos de sua vida.

O Tarô Egípcio, quando tirado através da Mandala Astrológica, apresenta uma tiragem que une os conhecimentos do tarô e da astrologia. Nela, estão representadas as 12 casas astrológicas do zodíaco. Através dela, podemos obter uma visão global do assunto e também nos permitir investigar todos os ângulos de uma questão, pessoa ou momento particular. É uma ferramenta muito valiosa para o um processo de direcionamento, pois analisamos a energia presente em cada área da vida da pessoa. É um poderoso instrumento para auxiliar na tomada de decisões.

É muito importante ter em mente que o primeiro passo para mudar é assumir plenamente a responsabilidade sobre a sua vida e parar de jogar a culpa no mundo. Quando assumimos que o que acontece com a gente é resultado nas nossas ações e decisões, nos tornamos livres para investir mais nos nossos talentos, expressarmos nossas verdades e desfrutarmos mais da vida.

Se hoje fosse o último dia da sua vida, você estaria feliz e satisfeito com o que fez até agora? De que forma você seria lembrado? Que legado você teria deixado? Por isso, encontre um propósito e viva por ele, enfrente seus medos, se apoie nas ferramentas que o Universo te dá e viva a vida que você sonhou para você, porque a vida que você vive hoje é exatamente a vida que decidiu viver.

Renata Nanô Sottero

+ artigos

"Inspiro pessoas a descobrirem um sentido para suas vidas e realizarem suas metas e objetivos mais elevados.”

Criadora do P.M.D.H. (Processo Místico de Des. Humano), é Coach e possui conhecimentos em Tarô, Astrologia, Numerologia, Psicologia e Florais.

Site: processomistico.com
Facebook: Processo Místico de Desenvolvimento Humano
Telefone: (11) 9 8401-0841
Email: processomistico@gmail.com

site Processo Místico

facebook Página

fone (11) 9 8401-0841

email processomistico@gmail.com