por Erickson Rosa

A importância do perdão para a autoestima e sua saúde

Você é uma pessoa que perdoa ou é daquelas que guarda rancor e mágoas?

Se você é do tipo que guarda rancor saiba que isso faz mal para sua autoestima e também para sua saúde.

A autoestima é a representação mental que temos de nós mesmos. É algo abstrato, uma imagem mental de si, de nossas atitudes, valores, pensamentos, desempenho e temperamento.

Perdoar é soltar as situações, é sentir amor por si mesmo. No momento em que não se perdoa, mais você se agarra as situações e isso não é se tratar com amor. Inconscientemente você envenena sua mente com pensamentos de vingança e de ódio. 

Isso gera desgaste emocional e psíquico. Um sentimento de culpa e de vitimização começam a ser cultivados em seu interior, e quando menos perceber estará culpando pessoas, situações, governos e as mais diversas coisas pela sua infelicidade.

Isso trará uma sensação de impossibilidade, como se você não conseguisse mudar sua realidade por causa de outras pessoas ou de situações. Isso diminui sua autoestima e gera mais raiva da situação ou da pessoa em questão.

O sentimento de vingança é imperceptível, mas podemos observar em frases ditas no dia a dia como: "o mundo dá voltas", "deus está vendo", "aqui se faz aqui se paga", entre outras.

A mágoa e o rancor fazem mal a seu coração e sua saúde, pois isso aumenta sua pressão arterial e pode gerar aumento dos batimentos cardíacos. Além disso, já se sabe que doenças como câncer possuem correlação com o rancor e a mágoa.

Pessoas que se amam perdoam por entender que o sentimento de vingança faz mal a si mesmo. 
Além de tudo isso, quando você não perdoa, retira de suas mãos a responsabilidade sobre sua vida. É mais fácil culpar o governo, os pais, a família, o vizinho, o cachorro do vizinho, do que assumir a responsabilidade sobre a própria vida.

Quem possui uma autoestima elevada compreende que é responsável pela própria felicidade e que pode gerar o próprio destino a partir do amor que sente por si mesma. Se você vive culpando outras pessoas pelas coisas que faltam em sua vida, deixe-me dizer que essa é uma maneira nada inteligente de enfrentar os desafios, pois você coloca na mão de outras pessoas a possibilidade de mudança.

Mais sábio seria assumir essa responsabilidade e compreender que você é o agente causador de sua infelicidade e felicidade.

Contudo, muitas pessoas se confundem achando que assumir responsabilidade por sua infelicidade é se culpar. Não se culpe pelos erros cometidos, pois isso é gerar punição para você mesmo. Está caindo novamente na mesma armadilha da vingança, porém agora contra si mesma.

Perdoar não diz respeito a ser bom com o outro. Perdoar refere-se a se amar, pois quem ama a si mesmo não se envenena com pensamentos tóxicos de vingança e ódio. Quem se ama trata-se com carinho e não culpa os outros e nem a si mesmo pelos revezes da vida. 

Quem se ama perdoa, quem se ama segue em frente e não permite que o passado comande sua vida.

E você, perdoa? Se ainda está em dúvida, clique aqui. Garanto que vale a pena.

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.