por Daniel Rama

A vida pede ajuda

Oh ser humano, o que aconteceu com você?
Esqueceu dos seus valores e amores?
Prefere viver os prazeres passageiros que destroem e trazem dores?
O mundo vai mal e toda a natureza está a morrer!
Tudo pelo egoísmo do ser humano que não quer ver.
A matança já está aí há muito tempo!
Matamos índios…
Matamos animais…
Matamos as florestas…
Matamos os rios…
Matamos os oceanos…
Matamos a nós mesmos!
Simplismente matamos com as nossas atitudes e falta de atitudes.
Produzimos toneladas de lixo com o consumismo!
Derrubamos árvores para dar lugar a prédios…
Sujamos as praias e florestas onde o ser humano deixa seus rastros, infectando a pureza da natureza.
As escolas nada ensinam sobre salvar a vida que ruma para a sua extinção…
Criam mais robôs que tem como meta ganhar dinheiro para consumir e destruir o planeta.
Somos uma fábrica de fazer gente,
Crianças fazendo sexo e tendo filhos.
A televisão induzindo a serem precoces…
Quanto mais cedo amadurecerem, mais consumo.
Quanto mais gente na Terra, melhor!
Nos tornamos o gado,
O sistema tem que nos engordar rápido com suas porcarias de comidas venenosas para que fiquemos doentes.
Quanto mais gente doente, mais consumo de remédios,
A conspiração existe sim!
Somos manipulados… vigiados… assassinados!
Já estamos secos por dentro!
O ser humano está acabando com a água do planeta e não consegue derramar sequer uma lágrima dos olhos.
Um desmatamento interno tomou conta da nossa espécie que está doente há muito tempo!
Racionais?
Aprendemos a pensar errado!
Sentimentos?
Não sabemos sentir a sutileza da vida!
Somos uma espécie doente,
Doentes gerando doentes.
Não sabemos mais quem somos…
A mídia nos manipulou!
O sistema nos moldou!
Nos tornamos robôs!
O ser humano prefere mentir para si mesmo fechando os olhos para o pedido de ajuda da natureza e dos animais.
Eles gritam a todo instante, suplicam para que nós paremos com esta loucura.
Fechemos os olhos por um instante para que possamos escutá-los!
Não adianta querer falar com Deus…
Não adianta querer escutar Deus se não temos sequer a sensibilidade de ajudar nossos irmãos animais e nossa mãe natureza, onde Deus fala através deles.
Não adianta falar de paz… não adianta pedir paz se nossas atitudes não são de paz na Terra.
E assim a violência cada vez mais avançará!
E não é só os animais e a natureza que sofrem e pedem ajuda.
O ser humano vive triste, com depressão, insônia, com câncer, diabetes e milhares de doenças, pois a vida perdeu o sentido.
Quando nossa alma está triste, somatizamos isso para o nosso corpo físico.
Escutemos os pedidos da nossa alma que nada quer de bens materiais!
Escutemos em silêncio o que a vida tem a nos dizer.
A nossa única salvação é o coração!
Temos que aprender a escutá-lo!
Escutemos a batida da vida que pulsa dentro de nós!
Podemos mudar nossas atitudes, mas para isso precisamos parar.
Romper com tudo o que foi imposto e implantado dentro de nós!
A nossa maior missão é salvar a nós mesmos… é resgatar o nosso ser que está acorrentado e amordaçado.
A mudança do mundo depende de cada um de nós… de simples atitudes que somadas a outras pessoas, transformarão o mundo no paraíso que não está no céu, mas sim aqui e agora e se chama planeta Terra… se chama Natureza!
Somos filhos dela!
Na era da informação não muda quem não quer!
Quando o fim chegar não haverá desculpas e nem perdão, somente consequências dos nossos atos e ninguém poderá dizer que não sabia de nada!
Despertemos já para a vida!

Daniel Rama

+ artigos

Daniel Rama é coordenador da Rádio Praia e responsável pelo Projeto Gatinho Zen que cuida de gatos de rua em Arraial d'Ajuda, Bahia. Formado pela tradicional escola Humaniversidade Holística comoTerapeuta Corporal Tântrico, Reiki, Deeksha, Curadores Energéticos entre muitos outros.

Fez parte do transformador curso Anima Soma.

Ministra curso de massagens e autoconhecimento para casais, além de divulgar e introduzir o vegetarianismo e veganismo a todas as pessoas que o procuram.

Possui outro Projeto chamado Aldeia do Despertar, onde leva para diversos locais do Brasil seu espaço de música, cultura alternativa, consciência, relaxamento, cura e redução de danos. Teve seu projeto instalado em grande eventos como a Mystic Fair e Virada Esotérica.

Participou do Festival Mundial da Paz, Festival Universo Paralello entre muitos outros levando mantras ao chill out.
Coordenou o espaço de Cura no Festival Mundo de Oz por duas edições.