por Jefferson L. Orlando

Lucidez ou Distração

Você ultimamente parou e percebeu como vem tomando as decisões da sua vida? 

A maioria de nós está acostumada a tomar decisões (escolher) sem pensar, sem refletir e principalmente sem sentir. Essa condição já está instalada em nós há tempos e essa forma de agir faz muito mal para nós como seres humanos e principalmente como espíritos. Na maioria das vezes o resultado dessas atitudes é cairmos novamente na "armadilha" do vitimismo. 

Você é vítima ou é co-criador da sua vida? 

Existe uma série na TV por assinatura com o nome "Walking Dead", são zumbis que ficam andando pela rua buscando comida fresca, ou seja, seres vivos que não são zumbis. Só seguem o sentido do olfato, não pensam, não refletem, não tem nenhuma consciência, são mortos-vivos e para este texto é uma excelente analogia a ser utilizada. 

Quantos de nós já viveu ou está vivendo neste exato momento como zumbis? 

Se você reconhecer que está vivendo como se fosse um zumbi, ou seja, não pensando em suas atitudes e escolhas não só agora (presente), mas um longo período de sua vida, então chegou a hora de despertar! Sair do estado de distração (zumbi), começar a pensar e principalmente agir com lucidez (consciência) em tudo na vida. 

Vivemos um momento único de nossa civilização, nunca a informação foi tão aberta para os seres humanos e as oportunidades estão aí por milhões a todo o momento. 
Quando foi a última vez que você escolheu algo na sua vida junto com o seu coração? 

Está aí algo que é muito difícil de ver nos tempos de hoje, pensamento (consciência) e sentimento (espírito) agindo em conjunto, em unidade na vida das pessoas. Este é um exercício que não é praticado e para algumas pessoas nunca se quer foi experimentado. Por isso algumas pessoas levam mais tempo e outras menos tempo para perceber, acreditar e principalmente sentir que algo não está certo. 

Temos caminhos distintos para seguir nesta busca da expansão da consciência cósmica, podemos "escolher" a parceria do amor ou escolher a parceria da ilusão. A presença de amor é suave, carinhosa e paciente, já a presença da ilusão é pesada, impaciente, inconstante e quando se desfaz gera dor, ou seja, a humanidade vem seguindo de uma forma geral pelo caminho da ilusão. 

Algumas ilusões para reflexão, o materialismo, solidão, vaidade, autoritarismo, vitimismo, dependência do outro para ser feliz, que somos um corpo, egocentrismo e tantas outras.

É realmente decisivo praticarmos o exercício diário de estarmos lúcidos em nossas vidas e aos poucos tomando consciência de cada escolha feita, pois estamos fabricando nosso futuro a todo o momento. Não coloque a responsabilidade do seu futuro nas mãos de ninguém, pois ele pertence somente a você! 

Se banque, busque a felicidade, não viva com o que as outras pessoas acham, ouça a voz que vem do coração em parceria com a consciência do discernimento espiritual. 
Perceba que a vida a todo o momento oferece tudo o que você precisa, fique atendo aos "Sinais da Vida". 

Agradeça a vida, se perdoe, perdoe o próximo, dê espaço para alegria de viver, converse mais vezes com seu espírito e deixe o amor tocar no seu coração.

 

Jefferson L. Orlando

+ artigos

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Palestrante, Ministrante, Escritor, Apresentador do Programa Sol do Everest (Canal YouTube), Outorgado pela Magia Divina, Projetor Extrafísico e Espiritualista. Reside e atende em São Paulo/Capital com a Psicoterapia Reencarnacionista, Regressão Terapêutica e Bioenergético Anímico-Mediúnico através da Magia Divina.