por Silvana Giudice

Você luta para manter um amor?

Será que o amor tem algo a ver com luta? Luta lembra guerra, dor, sofrimento. Já o amor lembra leveza, felicidade, paz... Incoerente, não? A verdade é que se existe alguém de um lado lutando para salvar um relacionamento, no outro contraponto existe alguém tirando o time de campo. 

Quando um não quer, dois não brigam... Na teoria, né? Entretanto, aquele que está com a arma em punho lutando por esse amor, não consegue na maioria das vezes enxergar a situação no todo. Sua visão limitada não vai além de sua pretensão, do seu exclusivismo. 

Com que armas lutarei? Qual a melhor estratégia? Vale tudo? Mentiras? Chantagem? Insistência? Provocação? Perseguição? Na vida, muitas vezes só compreendemos uma situação quando nos colocamos no lugar do outro. Se você já viveu uma história de lutas para manter um relacionamento, talvez no âmago do seu desespero não tenha imaginado o sofrimento que também impôs ao outro. 

Imagine hoje você estar com alguém e deixar de amá-lo... Sim! Isso acontece comigo, com você, com todo mundo. Atire a primeira pedra quem se acha imune! Já pensou alguém te ligar o dia inteiro? Mandar mensagens desaforadas? Ligar te xingando no meio da noite e no dia seguinte te pedir desculpas dizendo que não vive sem você? Ufa! Ninguém merece! Se você vive uma relação inacabada assim e não está deixando partir, se pergunte: Estou sofrendo? Meu coração está apertado? Choro muito? Estou depressiva? Fujo de outros contatos sociais? Sinto raiva, ciúmes? Não consigo fazer mais nada na vida além de tentar salvar esse amor torto? Repense: Esse amor está doente.

Vale a pena continuar com essa luta? Entregue as armas, solte, deixe-o ir... A vida é vibração. Solte esses sentimentos angustiantes, você consegue! No começo é forçado, pode parecer falso ou até impossível, mas é um processo e requer que você dê o primeiro passo, depois vem outro e vai ficando mais fácil... Logo você estará respirando, comendo e dormindo melhor... E a vida tomando novos rumos. Você não imagina quanto o Universo vibracional lhe agradecerá por você cooperar com ele. Sabe por quê? Só assim ele poderá lhe ajudar. 

"Se você ama algo, deixe-o ir, se for para ser seu... Ele voltará." 

Silvana Giudice

+ artigos

Paulistana, formada em pedagogia e Terapias Holísticas. Trabalho com Tarô há mais de quinze anos. Acredito que é uma das ferramentas mais poderosas para a autoconsciência. Com o tarô você tem a chance de desenvolver suas próprias escolhas e jornada de vida. Eu leio e interpreto as cartas, mas é você quem escolhe seu destino ou vocação. O Tarô inspira, orienta, aconselha, abre novos horizontes e perspectivas diferentes para vários fatores da sua vida. Sejam questões profissionais, amorosas ou na realização pessoal.

Atendimentos, aconselhamentos e conversas via e-mail.