por Gabrielle Carreira

Namoros longos são saudáveis?

O começo de um relacionamento é a melhor fase da vida de qualquer pessoa. O céu está sempre mais brilhante, os pássaros cantam e a pessoa amada é imaculada, perfeita, uma verdadeira santa. Todos os momentos parecem ser perfeitos e deveriam ser eternos.

Com o passar do tempo, todo esse encanto tende a diminuir conforme estabelecesse uma rotina entre o casal. As coisas já não são mais tão perfeitas, nem mais tão únicas. É neste momento que muitos relacionamentos passam a balançar e por vezes, outras pessoas passam a ser mais interessantes, levando até ao fim do romance.

Como então, manter um namoro longo e forte? 

Não tem segredo, nem receita a seguir. A reconquista e o desejo de continuar juntos devem ser constantes e devem ser nutridos diariamente.

Quando seu parceiro ou parceira agir de uma maneira que te irrita, te deixa nervoso (a), lembre-se de como você se sentia quando ele (a) fazia isto no começo de tudo, ou quanto te deixava encantada. Lembre-se do frescor do perfume dele (a) e como é o melhor cheiro do mundo, lembre-se dos dias em que o riso correu frouxo e as mãos se encaixavam perfeitamente. Lembre-se da paz que sentia quando se abraçavam. Permita-se “re-apaixonar”, permita-se “re-amar”, permita-se conhecer um lado oculto do seu amor e tudo o que ele ainda pode te reservar.

Encontre nos detalhes do dia a dia, motivos para manter o amor forte e estável. Aquela música que te lembra um momento especial, aquela rosa que você guardou ou então, um bilhetinho que recebeu e está no fundo da gaveta. Faça também coisas que lembre a quem te ama o quanto o seu amor é especial. Presenteie, fale, demonstre. Não existem palavras que traduzam o quanto um gesto apaixonado é essencial.

E não precisa de ideias mirabolantes. Um café no fim da tarde, uma carona num dia chuvoso ou até um pé para esquentar nos dias frios. São coisas como estas que mostram o quanto um relacionamento longo, cheio de intimidade é saudável.

Gabrielle Carreira

+ artigos

Sou uma aspirante a jornalista de 20 anos que tem muito a dizer. Uso as palavras como principal meio de expressão, amo ler e passo meu tempo livre assistindo a séries e curtindo meu namorado de longa data.