por Paulo Bregantin

O tempo, a tragédia e os apontamentos

O tempo

O tempo... Ah, o tempo.... Sempre a nos impulsionar, nos colocando para frente...

O tempo... Sempre nos questionando, mas jamais ouvindo nossos questionamentos.

O tempo... Sempre ditando as regras e modificando nossos semblantes.

O tempo... Sempre cicatrizando as feridas que ele próprio abre.

O tempo... Sempre nos ensinando, às vezes em dores profundas e às vezes em alegrias imensas, porém tudo passando.

O tempo.... Sempre nos dando uma supresa.

O tempo.... Silenciando os faladores e dando voz aos silêncios mais profundos.

O tempo... Inquisitivo, real e, ao mesmo tempo, flexível e fantasioso.

O tempo.... Sempre nos pregando uma peça.

O tempo.... Sempre atormentando e aquietando nossas almas.

O tempo.... Sempre dono de nós.

A tragédia

Tragédia não se julga. 

Tragédia não se espera.

Tragédia não se discute.

Tragédia não se cria.

Tragédia simplesmente acontece e ponto. 

Não existe preparação para viver e passar por um tragédia.

Os apontamentos reflexivos de um ser em transformação:

  • Jamais feche questão com uma pessoa pela sua fala, porém muito cuidado com os que sempre ficam em silêncio.

  • Não pague o mal com o mal, porém não se acostume em conviver com ele.

  • Não seja sempre sensato. A “loucura” tem suas satisfações. Ser louco sempre é uma doença.

  • Se identifique com os que fazem o bem, mas não se iluda. Coisas boas acabam.

  • Jamais teremos concordância se, em uma reunião, tiver mais que uma pessoa.

  • A transformação pessoal indubitavelmente passará pelo tempo.

  • Ninguém fica sábio somente com conhecimento teórico.

  • Nossas decisões acontecem momentos antes da decisão em si.

  • O tempo é implacável com o corpo.

  • Sempre haverá os do contra e os a favor, seja lá o assunto que for. NÃO existe unanimidade.

  • Toda tristeza é fruto interno de cada um.

Paulo Bregantin

+ artigos

Mais de 25 anos dedicado ao cuidado de pessoas, sendo Psicanalista Clínico e escritor com várias obras publicadas. Atua nas redes sociais como dono, gerenciando a página Paulo Bregantin e o Grupo Psicanálise Integrativa.

facebook /Paulo-Bregantin