por Isha Judd

Pensando fora da caixa

Você é uma pessoa rigidamente estruturada? Você se sente aprisionado por suas próprias ideias, como se estivesse dentro de uma caixa? Se sim, a pergunta é... está pronto para mudar?

Apenas ter conhecimento dessa rigidez dentro de si já é uma coisa muito boa: você não pode tomar nenhuma decisão consciente para mudar algo até que esteja consciente deste algo. Quando você percebe o que está acontecendo, você pode começar a fazer o oposto: se a sua rigidez chegou ao ponto de te causar elevados níveis de estresse, se o menor desvio de suas expectativas de como as coisas deveriam ser te traz grande ansiedade, essa é hora de começar a derrubar as paredes das suas opiniões. Isso não tem que ser um processo desconfortável – no final, é incrivelmente libertador – então aborde-o de forma leve: comece a abrir as caixas de sua mente com o entusiasmo e o encantamento de uma criança na manhã de Natal.

Tendo a vontade de mudar, você pode se aproximar de cada caixa e começar a descobrir o que está dentro. Talvez você vá encontrar algumas idéias antigas, que podem ter parecido muito inteligentes na época, mas que agora não te servem mais. Ou talvez você desembrulhe alguns apegos subconscientes, que talvez seja hora de deixar de ir também.

Não se engane quando se trata de apegos: isto não é abandono, você simplesmente está deixando ir o medo que você tem projetado sobre a pessoa ou objeto em questão. Como resultado, você está somente perdendo o que te limita e te impede a satisfação absoluta, a paz permanente, o amor incondicional por si mesmo e pelo mundo.

Pessoas com muitas caixas também têm aspectos muito bonitos: eles têm uma certa rigidez que lhes permite ser altamente focados. Então use isso para se focar em ser livre, para se focar em praticar aquilo que te faz bem, use-o para revelar o melhor de si mesmo. Se você é uma pessoa teimosa, por exemplo, use essa qualidade para teimosamente escolher o que te cura, escolher amar a si mesmo. Seja cabeça dura, mas para amar a si mesmo! Use isso a seu favor.

A medida que você continuar a abrir suas caixas e esvaziá-las, você vai começar a viver em uma caixa enorme, grande o suficiente para conter toda a totalidade. É uma “caixa” cheia de amor, sem paredes e sem limites. Quando você assumir o compromisso de curar-se, esta “não-caixa” ilimitada torna-se o seu objetivo.

Isha Judd

+ artigos

Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções.