por Erickson Rosa

As três principais habilidades do reikiano

Todo reikiano possui uma vibração diferente em sua energia. Não é a toa que escolheu por esse caminho. Contudo, existem três habilidades que são fundamentais para o reikiano. Essas habilidades, apesar de serem positivas, devem ser equilibradas com o Reiki, pois até mesmo aquilo que é bom, quando fora de controle gera prejuízos.

É como a água. A água controlada e em equilíbrio é boa e traz muitos benefícios, entretanto, quando fora de seu lugar gera enchentes, catástrofes, alagamentos, etc. É por essa razão que ressalto a importância de utilizarmos a energia do Reiki para equilibrarmos as habilidades inerentes de todo reikiano.

São muitas as habilidades que o reikiano possui, no entanto, ressalto três fundamentais para uma boa conexão com a energia Reiki:

1º Altruísmo

 

É a ação de amar ao próximo sem esperar nada em troca. Quando equilibrada essa habilidade nos faz entender que devemos respeitar cada ser vivo, que devemos como reikianos trabalhar para o planeta, para o próximo, com o amor incondicional, ou seja, independente dos atos do outro devemos cultivar o amor e a compaixão em nós.

Quando estamos em desequilíbrio com essa habilidade tendemos a anularmos as nossas vontades. Deixamos de amar a nós mesmos. Quando ocorre esse efeito, a anulação vai bloqueando o amor que existe em nosso interior e logo estamos exigindo o amor do outro, a compaixão do outro e ficando carentes com essa situação.

2º Benevolência

 

É a compreensão que temos da situação alheia, a tolerância com o outro. Reikianos demonstram essa habilidade no trato com o outro. Entendemos os comportamentos como uma evolução do ser. Compreendemos que existe um tempo para a mudança e que cada um possui o seu tempo.

Quando estamos vibrando negativamente, essa habilidade se transforma em complacência. Acabamos sendo complacentes com comportamentos prejudiciais que as pessoas têm consigo e com outros.

É preciso equilibrar a benevolência com o Reiki. Assim não deixamos a benevolência se transformar em complacência.

3º Aceitação

 

Aceitar a vida, deixar que o universo conduza nossa existência, tendo sabedoria para entender aquilo que podemos mudar e aceitar aquilo que não podemos alterar. Aceitar momentos que servem para lhe ensinar que é hora de mudar. Não a situação em si, mas a sua forma de reagir, de agir, de pensar e de sentir tal circunstância.

Entender que a vida é feita de altos e baixos e que o sofrimento, assim como a alegria, faz parte de nossa vida e de nossa existência e é fundamental para o encontro da felicidade e de nossa conexão com o Reiki. Temos que aceitar que algumas situações existem para nosso aprendizado, para que haja uma evolução e uma ascensão mental e espiritual.

Quando vamos para o extremo dessa habilidade, deixamos de agir. Acreditamos que a vida é assim mesmo e que o melhor é aceitar. Perdemos nossa força de ação, de mudança e de transformação interior.

Aceitar tem muito a ver com não aceitar que suas emoções dominem você. O equilíbrio entre aceitar e agir é o caminho para a sabedoria do viver.

O Reiki age como um equilibrador de nosso campo vibracional e sutil. Para não cairmos nos extremos de cada característica devemos sempre utilizar o Reiki, essa energia de amor e luz. Use essa energia sempre e desperte o poder que todo reikiano possui para a transmutação desse nosso amado planeta, e claro, para transmutação de sua própria energia.

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.