por Erickson Rosa

O Reiki motiva você?

Leia urgente se você já for Reikiano

Quando somos sintonizados com o Reiki, ocorrem em nós uma grande alegria e inspiração. Uma energia positiva de amor e paz toma conta de nosso ser, como se reencontrássemos nossa origem e nossa missão.

Se você já é sintonizado com o Reiki sabe bem do que eu estou falando. Entretanto, quando não somos ensinados que a prática do Reiki deve ser constante, que o trabalho realmente começa quando somos iniciados, que estamos na verdade assumindo um compromisso com nosso ser interno de luz, deixamos a desmotivação e a inércia nos atingir.

Comigo foi exatamente assim. Quando recebi minha primeira sintonização, não me foi informado que o Reiki seria um caminho, que era algo que deveria praticar e estudar para que obtivesse os resultados desejados.

Acreditava que não precisa realizar as práticas diárias, que simplesmente por estar sintonizado, as situações positivas começariam a acontecer em minha vida. Porém, isso não ocorreu e durante um tempo isso me desmotivou.

No entanto, acreditava no chamado de minha missão. E um dia minha esposa me encorajou a fazer o nível 3 do Reiki. Encontrei meu mestre atual que me ensinou como o Reiki pode ser maravilhoso.

Entendi que, quando aceitei o Reiki, aceitei uma missão. Essa missão era de ajudar as pessoas durante minha evolução espiritual. Era algo muito nobre e que me deixava com uma sensação de completude.

Entendi que existem vários caminhos que as pessoas trilham por essa Terra, mas o caminho que havia me escolhido e eu o escolhido era o do Reiki.

Por essa razão deveria me comprometer com ele, realizar suas práticas diárias, meditar sobre seus lemas, viver os lemas reikianos.

Quando aceitei essa verdade universal, novas realidades surgiram diante de meus olhos. As práticas abriram minha percepção para um mundo de mais amor e fui envolvido em compaixão.
Talvez você já tenha se sentido assim, desmotivado para praticar o Reiki. Você até entende que o Reiki é algo extremamente belo e que ajuda você em momentos de stress, mas não consegue viver sobre os 5 lemas, ou então não se motiva a realizar a autoaplicação.

Isso acontece, NÃO porque você seja preguiçoso ou relapso com o Reiki. De maneira alguma, pois quem procura esse caminho tem em seu interior uma luz de cura e de auxílio ao próximo incrível.

Isso ocorre porque não somos ensinados que o Reiki é um caminho que precisa ser trilhado (se assim desejarmos e o escolhermos) para que possamos alcançar nosso despertar, nossa iluminação interior.

Outro fato, é que quando somos sub

metidos ao Reiki, uma sensação de leveza começa a brotar. Contudo, após essa etapa, os sentimentos mais densos e negativos, que estavam ocultos em nosso interior, começam a surgir, a vir à luz da consciência, exatamente para os sublimarmos.

Esses sentimentos acabam gerando desconforto, pois nós os negávamos em nosso interior e agora, que nos foi retirado o véu da ignorância, esses sentimentos e emoções tendem a aparecer.
Quando entendemos que precisamos lidar com essas emoções e continuar a prática do Reiki, para elevarmos nosso campo vibratório e transcender essas emoções, a prática se torna mais agradável e plena.

A compreensão existe sem o julgamento da culpa. Não precisamos nos culpar por ter sentimentos negativos, mas sim entender sua origem e trabalharmos com essa incrível ferramenta que nos foi dada como um presente para que ajudemos a nós mesmos e a aqueles que necessitam dessa energia.

O Reiki opera milagres, mas está em nós aceitá-los.

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.